PUBLICIDADE

Mulher é perseguida pelo marido e morta a golpes de machadinha

Campo Grande News em 17 de Março de 2019

Reprodução/MS Todo Dia

Mulher foi golpeada até a morte com machadinha

Uma mulher de 34 anos foi morta pelo marido com golpes de machadinha pouco depois da meia-noite deste domingo (17) em Costa Rica, cidade distante a 305 quilômetros de Campo Grande. Com esse caso, chega a 10 o número de feminicídios registrados em Mato Grosso do Sul neste ano.

Segundo o registro policial, Edinalva Ferreira Melgaço seguia em uma motocicleta com o filho adolescente pela Avenida José Ferreira da Costa, na região central da cidade, quando na altura de uma pizzaria foi alcançada pelo marido José Cláudio Neres de Melo, 39 anos, que estava em um Ford Ka.

Conforme o site MS Todo Dia, José jogou o veículo pra cima da vítima, que caiu da motocicleta. Ele desceu do carro e começou a golpear a esposa com uma machadinha. Edinalva conseguiu correr, entrou na pizzaria, mas foi perseguida por José e golpeada na cabeça até a morte. José fugiu do local, mas foi preso pela Polícia Militar pouco tempo depois na mesma região. 

Reprodução/MS Todo Dia

José Cláudio assumiu o crime e disse que não aceitava a separação

Ele disse à polícia que matou a vítima porque não aceitava o fim do casamento e não se conformava em ver a felicidade da ex após a separação. Em depoimento ao delegado Alexandro Mendes de Araujo, José relatou que foi casado com Edinalva por 16 anos e há 32 dias estavam separados. Na noite de ontem (16), a vítima e o autor estavam em uma festa de confraternização da igreja e José teria ficado inconformado ao ver a ex feliz. ''Ele disse que não aceitou ver a felicidade da vítima e a tristeza dele", contou.

O delegado afirmou que não há dúvidas de que a intenção do autor era matar a vítima. ''Foi premeditado e na intenção de matar por motivo de egoísmo", disse.

De 1º de janeiro até agora, dez homicídios de mulheres foram registrados em Mato Grosso do Sul. Oito deles com a qualificadora de feminicídio, conforme a estatística da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). 

PUBLICIDADE