PUBLICIDADE

Missão do Fonplata e do Banco Europeu destaca investimentos em Corumbá

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 02 de Fevereiro de 2019

Gisele Ribeiro/PMC

Prefeito discutiu investimentos com equipes do Banco Europeu e do Fonplata

Representantes do Fundo Financeiro de Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata) vistoriaram em Corumbá as ações que estão em andamento, na cidade, com recursos do financiamento internacional. A missão do Fonplata é acompanhada por uma equipe do Banco Europeu de Investimentos (BEI), que vai apresentar o município, naquele continente, como um caso bem sucedido de obras em execução na área de infraestrutura urbana com parceria estrangeira.

 

“O Banco Europeu de Investimentos (BEI) está financiando o Fonplata em 60 milhões de dólares para  projetos de desenvolvimento urbano e rural que possibilitem a proteção do meio ambiente e promovam a luta contra a mudança do clima. O Banco Europeu se interessou pelo projeto de Corumbá, que tem componentes de melhora do meio ambiente, prevenção a alagamentos, ciclovias e transporte público. O BEI demonstrou interesse e quer usar o caso de Corumbá como um caso de sucesso para divulgar o bom trabalho que está sendo feito”, explicou Henrique Pissaia de Souza, coordenador Geral de Relações com Organizações Internacionais do Fonplata.

 

Responsável do Fonplata para os projetos de Corumbá, Oscar Carvallo, destacou a importância da visita da comissão europeia a Corumbá. “A equipe do banco de investimentos veio para conhecer e ver tudo que está sendo feito na e cidade e como os projetos estão contribuindo para o desenvolvimento”, disse. “As obras estão bastante avançadas, temos editais avançados e próximos de serem adjudicados para implementação das obras. O investimento está tendo força e apresenta avanços”, complementou Carvallo ao avaliar as ações realizadas em Corumbá. A equipe do Banco Europeu de Investimentos é comandada pela economista Lourdes Llorens.

 

O prefeito Marcelo Iunes que se reuniu com a missão do Fonplata e do Banco Europeu de Investimentos (BEI) afirmou que a iniciativa valoriza todo o trabalho que o Município vem executando. “Gostaram do nosso serviço, estão vendo como estamos trabalhando os projetos e obras. As ações estão sendo bem executadas e geridas. Corumbá se torna uma cidade que pelo bom trabalho ganha destaque internacional. Querem levar o exemplo de Corumbá internacionalmente, mostrando o que Corumbá já fez. O município tem problemas de infraestrutura e está aplicando nesse segmento os recursos do Fonplata”, finalizou o chefe do Executivo corumbaense.

 

Na sexta-feira, 1° de fevereiro, a missão do Fonplata e BEI percorre os pontos que recebem e receberão intervenções com recursos do financiamento internacional.

 

O Fonplata

 

O Município vai receber um total de 40 milhões de dólares do financiamento disponibilizado pelo Fonplata. Outros US$ 40 milhões, como contrapartida estabelecida pela parceria do Município e do Governo do Estado.

 

São cinco anos para execução total do projeto. Corumbá terá cinco anos de carência para iniciar o pagamento do financiamento, que deve ser quitado num período de 13 anos. Ao todo, o Município terá 18 anos para pagar o empréstimo de US$ 40 milhões contraído com o Fonplata.

PUBLICIDADE