PUBLICIDADE

Sorteio define ordem do desfile das Escolas de Samba de Corumbá

Leonardo Cabral em 17 de Janeiro de 2019

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Presidente da Liesco, Zezinho Martinez disse sobre a importância da liberação do recurso da Prefeitura ainda em 2018

A Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) definiu, na noite de quarta-feira, 16 de janeiro, a ordem do desfile das escolas de samba em 2019. Estação Primeira e Acadêmicos do Pantanal vão abrir os desfiles que acontecem nos dias 03 e 04 de março, respectivamente domingo e segunda-feira de Carnaval.

O sorteio aconteceu na sede da Fundação de Cultura, localizada na rua Quinze de Novembro, região central da cidade. O sorteio foi  acompanhado pelos representantes das 10 agremiações que, como em 2018, estão em grupo único.

Conforme o coordenador de desfile da Liesco, Victor Raphael Almeida, os critérios usados para o sorteio seguiram pares ordenados, conforme o regulamento. “Seis escolas entraram no sorteio, pois duas puderam escolher e duas são as responsáveis em abrir o desfile nos dois dias, devido a classificação no ano passado. Então, com isso, não temos a confusão na hora do sorteio, como ficar trocando de dia, todos já sabiam o dia, e, hoje, só definindo a ordem”, explicou Victor Raphael salientado que a troca na posição dos desfiles só foi permitida entre agremiações que desfilarão no mesmo dia.

Leonardo Cabral/Diário Corumbaense

Diretor de desfile da Liesco, Victor Raphael, coordenou sorteio

No entanto, a Unidos da Major Gama, que abriria o desfile no domingo (03), por ter ficado em último lugar em 2018, se apresentará em segunda posição, passando a responsabilidade da abertura à Estação Primeira do Pantanal, depois dela vêm Unidos da Major Gama; A Pesada; Imperatriz Corumbaense e Império do Morro.

Já na segunda-feira (04), a ordem ficou mantida com: Acadêmicos do Pantanal; Mocidade Independente da Nova Corumbá (atual campeã); Caprichosos de Corumbá; Unidos da Vila Mamona e Marquês de Sapucaí.

Cada agremiação terá tempo máximo de 75 minutos para a apresentação na Avenida General Rondon. O tempo mínimo é de 55 minutos. A largada para o título de Campeã do Carnaval de Corumbá será às 20h30, nos dois dias de desfile, na avenida General Rondon, a passarela do samba. 

No encontro, também foi entregue aos representantes das escolas de samba o regulamento do Carnaval 2019, para análise. “Eles terão dez dias para avaliação e questionamentos, como os quesitos que serão julgados, tempo do desfile, entre outros interesses. Logo depois, iremos fazer outra reunião e, assim, definir o que será gerido para este ano ainda, dentro de um acordo com a maioria. Além disso, estaremos tratando automaticamente a deliberação para o Carnaval de 2020”, explicou Zezinho Martinez, presidente da Liesco.

Muito mais do que diversão, Carnaval é investimento

Devido ao investimento da Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura, que liberou às escolas de samba R$ 660 mil em três parcelas, a primeira já repassada, os trabalhos nos barracões estão bem adiantados. “Com essa frente de trabalho, nos possibilitou mais rapidez na compra de materiais e na preparação da própria escola até o dia de seu desfile. Uma oportunidade de poder de compra que aumenta ainda mais a responsabilidade das agremiações em suas apresentações”, reforçou Zezinho Martinez.

“Geralmente chegávamos catando o que restava. Mas, este ano, chegamos bem cedo nos grandes centros, onde foi oferecido um bom material para o Carnaval, chegamos com poder de compra e também de escolha”, mencionou o dirigente da Liesco se referindo que esse tempo dado pela Prefeitura, era uma reivindicação antiga e que foi atendida neste ano.

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Joílson Cruz garantiu que o Carnaval trará muitas surpresas em 2019

Já a presidente da Mocidade Independente da Nova Corumbá, Fernanda Vanucci, atual campeã do Carnaval de Corumbá, disse que a agremiação está com mais de 70% dos trabalhos concluídos. “Estamos desde o mês de julho com os trabalhos no barracão, para contarmos os 110 anos dos Divinos Santos do Brasil, que são os santos da Umbanda. Queremos o tetra, sabemos que todas as escolas estão se preparando, mas a Mocidade da Nova Corumbá, tem feito um trabalho técnico e profissional e acredito que até a metade de fevereiro estaremos prontos”, garantiu Fernanda. A Mocidade deverá vir com aproximadamente 1.200 componentes.

Participando da reunião, o diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, Joílson Cruz, garantiu que a programação do Carnaval será fechada em breve e reforçou que a festa é de grande importância para a cultura e a economia local. “Carnaval é investimento, gera renda e emprego, seja de forma direta ou indireta. Para este ano, estamos inovando e trazendo coisas novas, com duas atrações nacionais, mais as regionais. O Governo do Estado é o nosso grande parceiro e sabe da importância do Carnaval de Corumbá, não só para o município, como também para o Estado”, concluiu Joílson.

PUBLICIDADE