PUBLICIDADE

Mulher espancada pelo marido morre no hospital e ele acaba preso

Campo Grande News em 04 de Dezembro de 2018

A dona de casa Nilzete Valiente Martines, 35 anos, morreu no Hospital da Vida no sábado (1º) em decorrência de agressão sofrida na última quarta-feira (28), próximo à Agrícola Urtigão na Avenida Barão do Rio Branco, em Caarapó, distante 283 quilômetros de Campo Grande. O principal suspeito pelo crime, Jhony César dos Santos Sanguina, 25 anos, marido da vítima, foi preso. 

Conforme relatos dos familiares à Polícia Civil, Nilzete foi agredida pelo marido com socos na região abdominal. Por causa da agressão, a vítima passou a sentir dores na barriga e precisou de atendimento médico. Ela foi socorrida para o Hospital São Mateus e devido a gravidade transferida para o Hospital da Vida em Dourados, onde morreu. 

Durante investigação sobre o caso, a equipe policial descobriu que o autor se preparava para fugir da cidade. Com mandado de prisão expedido, Jhony foi preso no domingo pelo SIG (Serviços de Investigações Gerais). Ele, que convivia há pouco mais de 1 ano com a vítima, vai responder por lesão corporal seguida de morte – violência doméstica. À polícia, Jhony confessou que agrediu a mulher por ciúmes. Apesar de Nilzete ter medida protetiva contra o marido, ela vivia com ele. 

PUBLICIDADE