PUBLICIDADE

Governadores discutem pacto federativo com equipe de transição de Bolsonaro

Campo Grande News em 14 de Novembro de 2018

Um novo pacto federativo para o rateio de recursos oriundos da arrecadação de impostos é tema tratado por governadores eleitos e reeleitos em encontro em Brasília (DF) com a equipe de transição de Jair Bolsonaro (PSL).

Na reunião, conforme a Agência Brasil,  Doria demostrou otimismo ao ser questionado sobre a busca de consenso entre governadores. “Agora vai sair porque há uma decisão política do presidente Jair Bolsonaro de realizar um pacto federativo e será apresentado pelo futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. Se não saiu no passado, agora vai sair”, disse João Doria, eleito para comandar São Paulo, aos outros representantes dos 27 Estados.

Divulgação/Governo de MS

Na ponta da mesa, Reinaldo Azambuja espera início do Fórum dos Governadores nesta manhã

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já havia adiantado que a principal pauta do encontro seria o novo pacto federativo. “Esta é uma pauta antiga e é preciso redistribuir os recursos arrecadados com impostos”, disse ao Campo Grande News na segunda-feira (12).

Cada governador terá tempo para falar sobre outras demandas e Reinaldo também já havia adiantado que vai aproveitar seus minutos para falar sobre a necessidade de maior investimento na segurança da fronteira, de reajuste da tabela do SUS (Sistema Único de Saúde) para que hospitais como a Santa Casa tenha maior aporte de recursos e ainda sobre a importância das obras de logística voltadas para o escoamento da produção.

Por enquanto, apenas representantes de 17 Estados e do Distrito Federal participam do Fórum dos Governadores, segundo a Agência Brasil. Mas, Paulo Guedes, futuro ministro da Fazenda, e o próprio presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) confirmaram presença. 

PUBLICIDADE