Conselho repassa para instituições materiais doados pela 2ª Vara Criminal

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 08 de Novembro de 2018

O Conselho Municipal sobre Drogas (COMAD) realizou no dia 05 de novembro de 2018 a entrega de materiais doados pela 2ª Vara Criminal de Corumbá, representada pelo juiz de Direito Deyvis Ecco, os quais foram apreendidos em razão de processo crime por tráfico de drogas e afins, para as seguintes instituições: 

Polícia Militar – Programa Proerd, 01 (um) televisor 32’ e 04 celulares, o programa trabalha na prevenção contra a violência e o uso de drogas dentro das escolas. Segundo o Comandante do 6º BPM, tenente-coronel PM Massilon de Oliveira e Silva Neto, esta doação auxiliará na exposição de temas do Proerd e facilitará a assimilação do conteúdo junto às crianças e adolescentes. 

A Igreja Batista Peniel – representada pelo pastor Márcio Demerval, diretor do Desafio Jovem Peniel de Corumbá-MS, que atua há dezessete anos na região no tratamento e reinserção de dependentes químicos, também foi contemplada com 01 (um) televisor de 32” e 06 (seis) celulares. O pastor agradeceu o repasse que o COMAD fez para a instituição e ao juiz de Direito Deyvis Ecco, que responsável pela doação dos materiais em prol do Conselho Municipal Antidrogas, disse que estes materiais serão de grande utilidade para a instituição, levando em consideração o trabalho com dependentes químicos e ajuda as famílias em vulnerabilidade no bairro Aeroporto, bem como na cidade de Corumbá.  

A Aclaud (Associação Corumbaense e Ladarense de Auxílio aos Usuários de Drogas) - instalada em área rural conhecida como “Tromba dos Macacos”, na região do Urucum, criada há 25 anos pela saudosa Dona Laura, chegou a ser referência no tratamento de dependentes químicos no Estado e reconhecida nacionalmente pelos trabalhos prestados. Recebeu deste Conselho Municipal 01 (um) televisor de 32” e 04 celulares. 

O Conselho Municipal Antidrogas – COMAD tem por finalidade integrar-se à Política Nacional e Estadual sobre drogas, estabelecer as diretrizes e propor uma política municipal sobre as atividades de prevenção ao uso indevido de drogas licitas e ilícitas, bem como sobre as atividades relacionadas aos cinco eixos da Política Nacional tais como a prevenção, tratamento, repressão, reinserção social e pesquisa. 

As doações de materiais apreendidos com o tráfico cumprem, além do importante papel de suporte para as comunidades terapêuticas e instituições que trabalham na prevenção ao uso indevido de drogas, o caráter educativo para os infratores que se utilizam desta pratica criminosa.

PUBLICIDADE