Suspeito de matar PM, espancou até a morte idoso de 74 anos, diz polícia

Campo Grande News em 21 de Outubro de 2018

Divulgação

Osnei foi morto em troca de tiros com a polícia

Suspeito pelo assassinato de um policial militar, Osnei de Carvalho Moreira, 45 anos, também era investigado por ter espancado até a morte o aposentado Gabriel Ricaldes, 74 anos, no dia 30 do mês passado, na Rua Rosa Vermelha, no Jardim Inápolis, em Campo Grande. Osnei foi morto em confronto com policiais do Batalhão de Choque na manhã de ontem (20).

O idoso foi encontrado morto com vários ferimentos por um dos filhos na casa onde vivia, na Rua Rosa Vermelha, no Jardim Inápolis. Ele teve um revólver calibre 38 e alguns cartões de bancos roubados. Segundo a polícia, Gabriel se envolveu com uma mulher identificada apenas como Rúbia, ex-mulher de Osnei. Na ocasião, o suspeito chegou a dizer para familiares que iria roubar a vítima e aproveitaria para cobrar a situação envolvendo a sua ex-mulher.

Osnei também era suspeito de ter baleado com tiro no peito o policial militar Gilberto Biano Mendes Valiente, 35 anos, encontrado morto na manhã de sexta-feira (19), em um frigorífico desativado no Indubrasil.

Na manhã de ontem (20), policiais faziam buscas pelo suspeito quando foram informados do roubo de uma bicicleta. O autor que praticou o crime usava revólver calibre 38, tinha as mesmas características de Osnei e estava com marcas de sangue, possivelmente de ferimentos causados pelo policial que antes de morrer atirou contra o autor para se defender. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o crime que acabou na morte do PM.

O suspeito foi encontrado em um terreno baldio, na Rua Jacobina, pelo grupamento aéreo, por volta das 09h30, que informou as equipes do Batalhão de Choque. Osnei foi localizado escondido entre árvores.Os policiais, então, deram voz de prisão, mas Osnei teria reagido e atirado contra a equipe que revidou. Ele foi socorrido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Mônica, onde morreu. A arma que ele usava foi apreendida.

PUBLICIDADE