Comissão exclui prova de digitação do concurso da Polícia Civil de MS

Campo Grande News em 10 de Outubro de 2018

A comissão organizadora do concurso público para o cargo de agente de Polícia Judiciária da PCMS (Polícia Civil de Mato Grosso do Sul) anunciou na terça-feira (09) a eliminação da prova de digitação do cronograma do exame. Edital nesse sentido será publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta (10). A medida foi comunicada após denúncias de que o conteúdo dos exames havia vazado.

Segundo informações da assessoria do governo estadual, a decisão foi tomada para garantir “celeridade e igualdade de competição entre os 872 candidatos” que avançaram para a sexta fase do certame e dar prosseguimento às próximas etapas.

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) informou em 11 de setembro que investigava denúncias sobre o vazamento do conteúdo da prova de digitação para os cargos de escrivão e investigador. O promotor Marcos Alex Vera de Oliveira, da 30ª Promotoria, informou que havia sido registrado caso de um candidato que deixou o local com a prova feita em mãos no sábado (8) –quando o correto seria deixar a mesma para que fosse feita a correção.

O conteúdo da prova foi distribuído em grupos de WhatsApp e candidatos que ainda fariam o exame no domingo (10) tiveram acesso a parte do conteúdo aplicado. Neste mesmo dia, candidatos deixaram a Acadepol (Academia de Polícia Civil) e foram à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro para registrar boletim de ocorrência e solicitar anulação da prova. A candidata suspeita de realizar ao vazamento foi excluída do processo seletivo, segundo a Polícia Civil.

PUBLICIDADE