PUBLICIDADE

A Pesada promete apresentar espetáculo na avenida hoje

Gabriela Winkler / Lí­via Gaertner em 15 de Fevereiro de 2010

Adriano Teixeira

Integrantes da Pesada correm para concluir preparativos

Carnavalescos e aderecistas correm para deixar tudo pronto para os desfiles das escolas de samba do grupo especial. Na escola de samba A Pesada, equipes se revezam para confeccionar as últimas peças. Os cinco carros alegóricos da agremiação começaram a ser montados no sábado, quando também começaram a ser entregues as fantasias dos 1000 componentes. Buscando se manter no grupo especial do carnaval de Corumbá, o Grêmio Recreativo Escola de Samba A Pesada, que em 2009 deixou o grupo de acesso, aposta na mesma receita este ano: tomar como base a Literatura. Depois de apresentar à passarela do samba o mundo criado pelo escritor paulista Monteiro Lobato, a agremiação escolheu um enredo cheio de possibilidades criativas. “Viajar é preciso; em sonho ou ilusão, o importante é que eu viajei”, tem como fonte de inspiração as aventuras do escritor francês Júlio Verne, autor de dezenas de livros, dentre os mais famosos, “A Volta ao Mundo em 80 dias” e “Vinte Mil Léguas Submarinas”.

O carnavalesco da entidade Roberto Barrios Padilha, o “Betinho”, revelou ao Diário como é trabalhar com um enredo que permite tanta liberdade de criação. “O carnaval é um sonho de brilhos e corpos. Então, a gente está pegando um sonho, o das histórias de Júlio Verne, e transformando em outro, transformando no sonho do povo que todo ano espera por esse dia”, comentou.

Ele destacou que as cores da Pesada (azul, rosa, amarelo e branco) ganharão destaque durante o desfile, mas não se sobressairão entre as demais tonalidades, já que a intenção é deixar a escola bastante colorida aos olhos dos jurados e do público. “Além de nossas cores, também teremos vermelho e preto, por exemplo, que não são nossas, então a escola vem com bastante cor.”

“O nosso investimento é muito pouco, a gente luta, a gente briga. Somos uma escola que vive sozinha, nós não temos patrocinadores, como outras ditas escolas grandes, têm. A nossa comunidade é carente e não tem condições de fazer uma coisa maior, mas vamos fazer um carnaval do nível das outras escolas”, afirmou o carnavalesco ao lembrar que A Pesada tem como base moradores do bairro Beira Rio e das regiões conhecidas como Fortaleza,  Borrowiski, além de parte da rua 13 de Junho, na área central da cidade.

A Pesada será a terceira escola a entrar na avenida General Rondon desta segunda-feira, 15 de fevereiro, com previsão de início do desfile às 23h40, segundo cronograma da Liesco.