PMA detém três pescadores com peixe fora da medida e petrechos proibidos

Rosana Nunes em 12 de Setembro de 2018

Divulgação/PMA

Policiais ambientais faziam fiscalização quando flagraram pesca predatória

A Polícia Militar Ambiental fez, na terça-feira (11), dois flagrantes de pesca predatória durante fiscalização no rio Paraguai, em Corumbá. Pescador de 66 anos estava em uma embarcação nas proximidades da foz com o rio Paraguai Mirim. Ele já tinha capturado 11 quilos de pescado e tinha exemplares abaixo da medida permitida pela lei ambiental.

O pescado, o barco e o motor de popa foram apreendidos e o infrator, que mora em Corumbá, vai responder por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 920,00.

Divulgação/PMA

Pescado apreendido fora da medida permitida por lei

Em outra apreensão, os policiais flagraram dois pescadores, de 66 e 30 anos de idade, pescando numa embarcação na região da Codrasa, em Ladário. Eles utilizavam redes e tarrafas, que são petrechos proibidos. Foram apreendidos 18 quilos de pintado e pacu, capturados com as redes de pesca.

Os infratores também vão responder por crime ambiental de pesca predatória e ainda foram autuados e multados em R$ 1.720,00 cada um. Nas duas apreensões, o pescado apreendido será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

PUBLICIDADE