Preso acusado de roubar celular junto com adolescente infrator

Ricardo Albertoni em 18 de Julho de 2018

Jander da Silva Cuellar, de 21 anos, foi preso por equipe do SIG – Setor de Investigações da Polícia Civil em cumprimento de mandado de prisão por coautoria de roubo de celular ocorrido no dia 18 de junho.

Divulgação/SIG

Individuo passou por exame de lesões corporais, foi interrogado e será encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Corumbá

De acordo com a Polícia Civil, o acusado teve a "parceria" de um adolescente infrator que na época foi apreendido por equipe da Polícia Militar. A ação da dupla  aconteceu por volta das 19h daquele dia, na rua Edu Rocha. Na ocasião, os dois roubaram um aparelho celular da marca e modelo Samsung Galaxy J7 da vítima, que caminhava em direção a sua residência.

Os dois que estavam em bicicletas, abordaram a vítima e anunciaram o assalto dizendo: “passa, passa o celular que eu estou armado”, e um deles levantou a camisa mostrando uma faca. Durante o assalto, o adolescente infrator teria então incitado o comparsa: “mete a faca logo!”.

A vítima pediu para retirar o chip do aparelho, mas foi ameaçada novamente. Os dois fugiram, porém, a PM acabou apreendendo o menor. Após os procedimentos, o SIG – Setor de Investigações Gerais, juntamente com a DAIJI - Delegacia de Atendimento à Infância , Juventude e Idoso, identificaram o coautor do roubo. Com base nessas informações, o delegado Rodrigo Blonkowski representou pela prisão preventiva do acusado de 21 ano, deferida pelo Poder Judiciário e cumprida pelos policiais.

Segundo a Polícia Civil, o individuo passou por exame de lesões corporais, foi interrogado e será encaminhado para o Estabelecimento Penal de Corumbá. Blonkowski destacou a importância da participação da população para que registre as ocorrências e acompanhe seus desdobramentos para que mais criminosos possam ser identificados.

“Delitos contra o patrimônio, com ênfase em furtos e roubos, têm aumentado na cidade. Importante a ação rápida e firme das Instituições de segurança com a prisão de tais indivíduos e manutenção destes presos. A Policia Civil conta com a participação da população, para que procure a Delegacia, registre sua ocorrência e acompanhe as investigações. Há grande probabilidade de que mais vitimas reconheçam o individuo, que teria praticado roubos com o mesmo modus operandi  na cidade”, explicou o delegado.

PUBLICIDADE