Correios registram atraso na entrega de 36% das correspondências em MS

Campo Grande News em 24 de Maio de 2018

A greve dos caminhoneiros impediu a entrega de 36% das correspondências e 15% das encomendas dos Correios em Mato Grosso do Sul. Segundo levantamento da estatal, nenhuma das 20 linhas de transporte chegou ou saiu do estado na quarta-feira (23). Conforme a assessoria de imprensa, não é possível medir o tempo de atraso nos objetos que já estavam a caminho de seus destinos, pois isso dependerá de quanto tempo durar os bloqueios nas rodovias.

Quanto aos objetos postados a partir do dia 22, segundo os Correios, haverá acréscimos no prazo de entrega de cartas e encomendas via Sedex e PAC enquanto durarem os efeitos das paralisações. Além disso, não está sendo aceito temporariamente qualquer envio com dia e hora marcados.

Os caminhoneiros protestam contra a política de preços da Petrobras, que sobe e desce o diesel de acordo com as variações no dólar. Com isso, na semana passada houve aumentos sucessivos que encareceram o insumo.

Nesta quinta, são cerca de 30 pontos de bloqueio em Mato Grosso do Sul, de acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal). Todos os tipos de cargas estão sendo paradas. Somente carros de passeio e ônibus seguem viagem.

 

PUBLICIDADE