Polícia Civil prende acusado de matar gari em plena luz do dia no bairro Dom Bosco

Lívia Gaertner em 23 de Maio de 2018

Divulgação/6º BPM

Acusado de matar gari foi preso na mesma rua em que cometeu o crime no bairro Dom Bosco

Equipe de investigação da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá prendeu na tarde da última sexta-feira, 18 de maio, um homem identificado pelas iniciais J.B.A, de 36 anos de idade. Ele é acusado de ter executado com três tiros Ezequiel Vieira de Almeida, também de 36 anos, funcionário de empresa prestadora de serviços em Corumbá.

O crime aconteceu no dia 23 de março, quando a vítima foi baleada enquanto caminhava em direção ao trabalho. Ezequiel vestia o uniforme da empresa onde trabalhava e seguia pela rua Cuiabá, quase esquina com a rua José Fragelli, no bairro Dom Bosco, quando foi surpreendido.

Testemunhas ouvidas pelo Diário Corumbaense na ocasião do crime relataram que o autor estaria em uma motocicleta vermelha e carregava uma mochila preta. Elas disseram ainda que, após fugir por alguns metros, o assassino ainda teria retornado até próximo à vítima para se certificar de que ela estava morta.

Reprodução Facebook

Ezequiel foi atingido por três tiros na região da cabeça

A prisão do acusado, que já havia sido condenado por outro homicídio no ano de 2005 e cumpria pena em regime aberto, aconteceu na rua Cuabá, no bairro Dom Bosco, na mesma via onde aconteceu o crime há cerca de 45 dias. Ezequiel trabahava há cerca de três meses na empresa no setor de varrição e coleta. Deixou esposa e dois filhos, uma menina de 4 anos e um menino de 2 anos.

Mais detalhes, como motivação do homicídio e o nome do acusado, não foram revelados pela Policia Civil que continua investigando o caso, inclusive, apurando a participação de outras pessoas no planejamento do crime.

De acordo com o delegado Pablo Gabriel Farias, “a Polícia Civil intensificou a apuração aos crimes contra a vida e tem trabalhado para esclarecer todos os homicídios que ocorreram na cidade de Corumbá”.

Comentários:

Maria Cristina R. Silva: devia mostrar a cara do safado esconder o meliante pra que e pra quem? e parabéns pra nossa eficiente Policia Civil.

Redação Diário: A Polícia Civil enviou apenas esta foto e as iniciais do preso. Como a matéria informa, o caso ainda está sob investigação.

PUBLICIDADE