Dono de "boca de pó" que havia escapado de ação anterior, é preso pelo SIG

Rosana Nunes em 19 de Maio de 2018

Divulgação/Polícia Civil

Droga apreendida durante a prisão de Cleodiney Soares, o Pô

O SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Corumbá, prendeu na sexta-feira (18), Cleodiney Soares, o "Pô", que havia escapado de ação realizada no dia 23 de abril, no ponto de venda de drogas localizado na rua José Fragelli, no bairro Dom Bosco. Naquele dia, os policiais apreenderam "paradinhas" de pasta base e trouxinhas de maconha. Um homem foi preso, acusado de ser o "ninja" da boca - indivíduo utilizado pelo traficante para vender a droga.

Divulgação/Polícia Civil

Entorpecente estava escondido em tubos de armação de cadeira

As investigações continuaram e o SIG também recebeu denúncias que "Pô" agora vendia pessoalmente entorpecente no local. O delegado Rodrigo Blonkowski representou pela prisão preventiva do acusado e, de posse da autorização, voltou à casa de Cleodiney. Ele foi preso e a equipe policial encontrou dentro de tubos de armação de uma cadeira de fio, 22 porções de maconha, que totalizaram peso de 54,3 gramas e ainda a quantia de 184 reais em dinheiro miúdo, caracteristico da prática de venda de drogas. 

Um parente de "Pô" também foi levado para a delegacia depois de desacatar os policiais e até partir para cima de um deles. Ele foi contido e vai responder por desacato e resistência. 

PUBLICIDADE