Sucesso da “Bolsa Solidária” estende campanha para além de data comemorativa em Corumbá

Lívia Gaertner em 18 de Abril de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Advogada Eliane Ferreira Gonçalves idealizou a campanha em Corumbá

Uma ação que nasceu para ser pontual e despertar a solidariedade entre as mulheres no mês de março quando, mundialmente, destacam-se as conquistas e vislumbram-se novos desafios para o mundo feminino, deu tão certo em Corumbá que se estendeu para além da data comemorativa.

Deflagrada pela subseção Corumbá da OAB em Mato Grosso do Sul, a Campanha Bolsa Solidária já distribuiu cerca de 100 peças do acessório para mulheres que, através desse pequeno gesto, sentem o carinho e o afeto num momento bastante vulnerável de suas trajetórias, a exemplo daquelas que estão em tratamento oncológico e são atendidas pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, bem como daquelas que buscaram apoio junto ao CRAM (Centro de Referência à Mulher em Situação de Violência) e que foram as primeiras a receber o "mimo".

Mais do que a bolsa em si, que nomeia a campanha, cada pessoa que entrega uma peça também inclui no interior do acessório itens de beleza como hidratante, batom, esmalte, enfim, o que julgar mais relevante para ajudar na autoestima, sem esquecer de outro pilar bastante importante: o interior. Por isso, a campanha solicita que a doadora também coloque uma leitura relevante junto aos cosméticos.

“Me inspirei em campanhas do Rio de Janeiro e São Paulo onde as bolsas solidárias são muito usadas, mas para pessoas em situação de rua onde os participantes são incentivados a doar nécessaires com desodorante, absorventes e outros materiais de higiene”, contou a advogada Eliane Ferreira Gonçalves, que idealizou a campanha em Corumbá.

“Pensei que poderíamos lançar aqui e colocar produtos de beleza, livros e bijuterias. Quando levei a ideia para os colegas na OAB, eles adoraram e incentivaram. Como não tinha noção de números, da demanda que poderíamos alcançar, entramos em contato com algumas entidades que atuam no município. A receptividade foi muito grande e, além de, inicialmente, atingirmos nossos objetivos, conseguimos ainda ter um grande número de bolsas com o qual resolvemos estender, levar a campanha para além do mês de março”, explicou ao Diário Corumbaense.

“O que foi passado de amor nessas bolsas você não tem noção. Esse espírito é que eu queríamos difundir, mostrar para Corumbá que podemos contar com a própria cidade. A ideia é de que incentivemos pessoas a ajudar as outras com gestos simples porque nessa campanha não tivemos gasto algum expressivo, apenas umas embalagens para embrulhar as bolsas”, frisou a advogada que é integrante da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescentes e de Mulheres Vítimas em Violência Doméstica e da Comissão contra Feminicídio, ambas da OAB.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Com a boa adesão, campanha vai prosseguir por mais tempo

Com a continuidade da campanha, qualquer pessoa pode participar como doadora ou incentivando a doação no ambiente familiar, de trabalho e de estudos. As entregas podem ser feitas na sede da OAB, localizada na rua América, nº 1951, Centro. Quem quiser doar, mas não tiver como levar ao local de recebimento, pode entrar em contato pelo telefone (67) 3231-7616 para agendar um horário quando um voluntário poderá buscar o acessório.

Quanto mais pessoas doando, mais tempo a campanha permanece atuante e com possibilidade de atingir muito mais mulheres que precisam desse afeto. Uma data significativa com o universo feminino que se aproxima é o Dia das Mães, no início do mês de maio, onde a campanha também pretende chegar com a ajuda de todos.

PUBLICIDADE