Homem denuncia servidora por mau atendimento em posto de saúde; enfermeira diz que foi ameaçada

Rosana Nunes em 20 de Março de 2018

Homem de 52 anos registrou boletim de ocorrência de "preservação de direito" na Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, após procurar o posto de saúde do bairro Cristo Redentor. Ele relatou (BO 1700/2018) que desde novembro do ano passado tem passado por consultas no posto e que na tarde de segunda-feira (19) foi ao local para renovar receita médica que dá direito à retirada gratuita de medicamento para hipertensão arterial.

Segundo o comunicante, a enfermeira disse que não podia atendê-lo, que vai "acabar com a mamata de receber remédio gratuitamente" e afirmou que a médica não estava no local. Ainda de acordo com ele, a mulher se exaltou quando questionou o porquê de o posto estar aberto se não tinha médico e medicamento. Durante a discussão, o paciente viu a médica que o atende e ela prontamente o chamou para a consulta. A médica aferiu a pressão, medicou, prescreveu novos exames e trocou a receita, conforme o paciente havia pedido desde o início.

Por outro lado, a enfermeira também registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil e relatou que o paciente chegou alterado ao posto e pediu para falar com ela. Quando entrou em sua sala, a servidora pediu que ele se sentasse  para que sua pressão arterial fosse aferida. Nesse momento, o homem disse que se não havia remédio no posto, a culpa era dela e que estava sendo negligente. "Você fica aí com essa bunda sentada nessa cadeira, aí que nunca vai ter remédio mesmo", teria dito. Depois de atendido pela médica plantonista, o homem teria ido atrás da enfermeira na cozinha do posto, cujo acesso não é permitido e a ameaçou: "se acontecer alguma coisa comigo, eu acabo com você, você acha que está protegida aqui dentro?". Ainda de acordo com a enfermeira, tudo foi presenciado por funcionários do posto de saúde. 

Ouvidoria e gabinete da Saúde

A população pode registrar reclamações sobre qualquer setor que envolva as atividades da Prefeitura de Corumbá, incluindo situações no âmbito da saúde. O contato pode ser feito através da Ouvidoria da Saúde, por meio do telefone 0800 647 2255, ou direto no gabinete do secretário de Saúde, Rogério Leite, pelo 3234-3522.

Comentários:

Joamir do Nascimento Silva: Infelizmente falta humanização por parte dos profissionais da saúde em nosso município.

PUBLICIDADE