Funcionários de siderúrgica mantêm paralisação iniciada na sexta-feira

Rosana Nunes em 19 de Fevereiro de 2018

Divulgação

Funcionários da Vetorial iniciaram mobilização na sexta-feira

Funcionários da Vetorial Siderurgia, localizada na região de Maria Coelho, na BR-262, distante 45 quilômetros de Corumbá, mantêm nesta segunda-feira (19) movimento grevista iniciado na sexta-feira (16). Tel Cosme Garcia, integrante da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Siderúrgicas de Corumbá e Ladário, disse ao Diário Corumbaense, que há vários meses, os funcionários enfrentam situações diversas na empresa, que tem com mais de 200 pessoas trabalhando em três períodos. 

"Os salários que deveriam ser pagos até o 5º dia útil do mês têm sido liberados entre os dias 20 e 25; o décimo terceiro salário só foi pago a metade e não há previsão do pagamento do restante; o salário de janeiro que já deveria ter sido pago, também não foi liberado. Além disso, estamos sem planos de saúde e odontológico e as condições de trabalho são precárias", contou ao lembrar da morte de um colega, o mecânico de manutenção, Lenine Rosa dos Santos, de 43 anos, em 18 de dezembro de 2017. Ele teria recebido descarga elétrica enquanto realizava manutenção em forno da siderúrgica.  

Ainda de acordo com o sindicalista, o acesso à siderúrgica não é impedida e os funcionários que não aderiram à paralisação estão podendo entrar normalmente. Já os que aderiram à greve estão na porta da empresa aguardando negociação com a direção. Porém, o sindicato denunciou que os trabalhadores estão sendo pressionados com corte do dia de trabalho e demissão. 

A reportagem entrou em contato com a Vetorial, mas a direção em Corumbá disse que não tem autorização para falar sobre o assunto e não enviou nenhuma nota sobre a mobilização dos funcionários. 

 

PUBLICIDADE