Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
24 de Maio de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

População pode se cadastrar para receber alertas de desastre da Defesa Civil por SMS

Da Redação em 21 de Janeiro de 2018

Sul-mato-grossenses que não receberam mensagem de sua operadora oferecendo adesão ao alerta de desastres por SMS podem se cadastrar para utilizar o serviço, que está em funcionamento em todo o Estado desde a última segunda-feira (15.01). 

Basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 com o CEP de interesse. O mesmo usuário poderá cadastrar mais de um CEP para receber os alertas. Também poderá deixar de receber o serviço quando desejar. A partir do cadastramento, o telefone e o respectivo endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada.

Não se trata de previsão do tempo, mas de alertas sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas. Os avisos serão elaborados e repassados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS).

Desde o início do serviço em Mato Grosso do Sul, ainda não foi necessário enviar nenhum aviso especial à população. Quando isso ocorrer, a Defesa Civil alerta que a população não deve entrar em pânico, mas ficar atenta às informações para agir preventivamente.

Situação de emergência

No Estado, 16 municípios estão sob decreto municipal de situação de emergência por conta das chuvas intensas dos últimos meses. São eles: Coronel Sapucaia, Deodápolis, Batayporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Japorã, Eldorado, Miranda, Rio Verde de Mato Grosso, Bataguassu, Porto Murtinho, Sete Quedas, Tacuru, Iguatemi, Mundo Novo e Amambai.

Em oito deles –  Coronel Sapucaia, Tacuru, Eldorado, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Sete Quedas, Iguatemi e Porto Murtinho, a Defesa Civil Estadual já homologou a situação e o Governo do Estado enviará recursos para auxiliar na reconstrução, a fim de impedir que as estradas e acessos danificados prejudiquem o escoamento da produção e o retorno às aulas. (As informações são da Subsecretaria de Comunicação do Governo de MS).

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE