Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
18 de Janeiro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Corumbaense e LEC assinam contrato e Arthur Marinho será a casa do Carijó em 2018

Ricardo Albertoni em 04 de Janeiro de 2018

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Presidentes da LEC, Leôncio Ribeiro Raldes e do Corumbaense, Luís Bosco Delgado, assinaram o contrato na tarde desta quinta-feira

Foi assinado na tarde desta quinta-feira, 04 de janeiro, o contrato de locação que autoriza o Corumbaense Futebol Clube a mandar seus jogos durante a temporada de 2018, no estádio Arthur Marinho, em Corumbá.

A formalização da parceria, anunciada na noite de quarta-feira, 03 de janeiro, após reunião na sede do clube que durou mais de três horas, deveria ter acontecido na manhã desta quinta no estádio Arthur Marinho, porém, depois de considerações da LEC (Liga de Esportes de Corumbá) administradora da praça esportiva, sobre o contrato, o ato foi adiado para o início da tarde no escritório do presidente do Corumbaense, Luís Bosco Delgado.

A assinatura do contrato, que aconteceu na presença do empresário e pecuarista Alfredo Zamlutti Júnior, do presidente da LEC, Leôncio Ribeiro Raldes e da diretoria do Corumbaense, colocou oficialmente um fim à polêmica sobre onde o time da cidade mandaria seus jogos. Com o documento em mãos, ao Diário Corumbaense, o presidente do “Carijó da Avenida”, explicou quais os próximos passos.

“O contrato foi devidamente assinado, na presença de testemunhas. Formalizamos o aluguel do estádio pelo tempo que o Corumbaense estiver disputando os campeonatos. Praticamente fechamos aquilo que já estava combinado, só acrescentamos alguns itens que a gente considera que não vai onerar o Corumbaense, mas felizmente assinamos. Agora, estou mandando inclusive o instrumento de locação para a liberação do estádio. Já falamos com o presidente da FFMS, Francisco Cezário, que estava apreensivo, assim como o prefeito Marcelo Iunes e agora é trabalhar e buscar alternativas, mais patrocinadores, para que esse nosso torcedor seja recompensado com títulos, boas apresentações e se Deus quiser com título de campeão”, explicou Bosco.

Formalização da parceria deveria ter acontecido na manhã de hoje no estádio Arthur Marinho, porém, após considerações da LEC, o ato foi adiado para o início da tarde

Como o presidente tinha adiantado na noite de quarta, o clube deve realizar o pagamento de R$ 10 mil mensais para a LEC, que também poderá explorar o bar do estádio nos jogos. Há também a possibilidade de cada uma das partes realizar eventos no local em seu próprio benefício.

“Decidimos em comum acordo pela parceria e trabalharemos juntos. O Corumbaense vai usar o estádio e a LEC será parceira. Entendemos que a proposta atende os dois lados e saímos satisfeitos. Desse jeito, o Corumbaense poderá jogar em Corumbá e o estádio estará de portas abertas. É um peso que já estava em nossos ombros há muito tempo, já que esse assunto passou de onde deveria, mas agora é começar a pensar daqui pra frente”, destacou o presidente da LEC, Leôncio Raldes.

Bens patrimoniados

Impedida legalmente de realizar melhorias na praça esportiva, a Prefeitura de Corumbá, já havia retirado materiais e equipamentos adquiridos com recursos públicos durante o período do convênio firmado em 2007 que teve fim no último dia 27 de dezembro, após 10 anos. O prefeito Marcelo Iunes, cogitou deixar alguns materiais na praça esportiva, porém, foi orientado pelo setor jurídico do município que poderia incorrer em improbidade administrativa. Para tentar reverter a situação, dentro da legalidade, Bosco afirmou que deve realizar consulta ao Ministério Público sobre a viabilidade de o Poder Público realizar o empréstimo de alguns equipamentos. Caso não seja possível, o clube deve procurar apoiadores para que o estádio receba materiais e equipamentos indispensáveis para a sua manutenção e bom funcionamento.

“Na verdade vou fazer uma consulta ao Ministério Público para ver se o Corumbaense pode solicitar esses materiais. Se não for possível, vamos atrás de patrocínios, inclusive já conseguimos patrocínio de extintores com uma empresa de Corumbá e vamos ver outros materiais. Não vamos ficar esperando nada e quem sabe com vários patrocinadores possamos adquirir tudo para o Corumbaense”, adiantou o presidente.

Alívio do presidente

Por fim, aliviado, o presidente do Corumbaense agradeceu o prefeito Marcelo Iunes pelo apoio que tem dado ao esporte da região e também à intervenção do empresário Alfredo Zamlutti, que foi fundamental ao manifestar sua preocupação com o clube da cidade à Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul.

Oficialmente, Arthur Marinho será a casa do Carijó em 2018

“Gostaríamos de agradecer os patrocinadores que acreditaram no Corumbaense e continuam acreditando, ao prefeito Marcelo Iunes que não tem medido esforços para que o Corumbaense cresça no cenário estadual, brasileiro, e pra isso ele não mediu esforços e aprovou a lei que destina recursos para manter as despesas do futebol profissional, de base, além da presença do senhor Alfredo Zamlutti que motivou toda essa discussão e o presidente Cezário, que é outro parceiro, que procura ajudar todos os clubes do estado, inclusive o Corumbaense. Temos que evitar todas essas confusões, esses atritos que no fundo não levam a nada e atrapalham na realidade o desenvolvimento. Foi uma lição para todos nós e daqui pra frente é trabalhar,” finalizou Bosco Delgado

O prefeito Marcelo Iunes ficou satisfeito com o fim do impasse envolvendo a estádio.“O Corumbaense não poderia jogar em outra cidade do Estado. Nosso povo é apaixonado pelo futebol. Ele faz parte da nossa cultura e da nossa história. Fico feliz que a população de Corumbá vai poder acompanhar o time aqui e continuamos buscando alternativas para ampliar a capacidade e dar mais conforto aos torcedores”, afirmou à assessoria de comunicação da Prefeitura.

 

Saiba mais

03/01/2018 Após idas e vindas, Corumbaense e Liga de Esportes fecham acordo sobre Arthur Marinho

03/01/2018 Dirigentes chegam a um consenso e Corumbaense vai jogar competições no Arthur Marinho

01/01/2018 LEC afirma que propostas do Corumbaense "não atendem" as necessidades da liga

31/12/2017 Ex-presidente da FFMS e do Corumbaense entra na "briga" para que time jogue no Arthur Marinho

31/12/2017 Sem acordo, Corumbaense vai pedir à Prefeitura ação judicial para retomar Arthur Marinho

27/12/2017 Prefeito entrega chaves de estádio e torce por entendimento entre LEC e Corumbaense

27/12/2017 LEC faz vistoria no Arthur Marinho e quer definir administração conjunta com o Corumbaense

26/12/2017 Convênio chega ao fim e presidente da LEC não aparece para receber chaves do Arthur Marinho

22/12/2017 Prefeitura inicia processo de entrega da administração do Arthur Marinho à LEC

13/12/2017 Construção de estádio não vai tirar recursos de outras áreas, explica prefeito

13/12/2017 Arthur Marinho será entregue com laudos em dia e em condições de receber jogos, diz Marcelo Iunes

29/11/2017 Com devolução do Arthur Marinho, prefeito determina estudos para construção de estádio municipal

06/10/2017 Após decisão da LEC, Prefeitura confirma entrega da gestão do Arthur Marinho em dezembro

04/10/2017 Maioria dos clubes filiados à LEC decide não doar estádio Arthur Marinho à Prefeitura

28/09/2017 Prefeitura oficializa pedido de doação do Arthur Marinho e aguarda decisão da LEC

18/08/2017 Ainda sem acordo com a LEC, Prefeitura já estuda antecipação da entrega do Arthur Marinho

09/08/2017 LEC ainda não se posicionou sobre municipalização do estádio Arthur Marinho

07/07/2017 Prefeitura precisa de parceiros para garantir adequação do estádio Arthur Marinho

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE