Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
14 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Delegado com experiência na fronteira é o novo secretário de Segurança de Mato Grosso do Sul

Campo Grande News em 19 de Dezembro de 2017

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), optou por uma solução interna para substituir José Carlos Barbosa na Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública). O atual adjunto, o delegado de Polícia Civil Antônio Carlos Videira, 48 anos, assume o cargo nesta quarta-feira (20).

Arquivo/CG News

O delegado Antônio Carlos Videira

Videira, segundo a reportagem apurou, foi a saída técnica encontrada pelo governador dentro do próprio quadro da secretaria. Ele tem 28 anos de carreira e a experiência de já ter atuado na fronteira, um calcanhar de Aquiles da segurança em Mato Grosso do Sul.

Ele integrou o antigo GOF (Grupo de Operações de Fronteira), na década de 1990, como escrivão, atuou no DOF (Departamento de Operação de Fronteira) e na Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) já como delegado. Antes de assumir o posto de adjunto, foi superintendente de Segurança Pública da Sejusp

Ao Campo Grande News, o secretário confirmou que o combate à criminalidade de fronteira é uma das principais missões. “Não dá pra desvincular uma série de outros crimes do que acontece naquela região, como por exemplo os furtos e roubos”.

De acordo com ele, o objetivo em sua gestão será manter e ampliar os projetos em andamento, entre os quais citou o MS Mais Seguro, que prevê investimento em infraestrutura para as forças de segurança. Além disso, citou como metas o intercâmbio com os países vizinhos Paraguai e Bolívia e com os estados que fazem divisa com Mato Grosso do Sul, para o combate às quadrilhas do crime organizado.

Saída 

Há pelo menos dois meses, o secretário José Carlos Barbosa anunciou sua saída, mas antes disso quis participar de agendas, como a entrega de viaturas e de apresentação de um novo sistema de radiocomunicação das polícias. Eleito pelo PSB em 2014, ele agora volta para a Assembleia e quem deixa a Casa de Leis é Coronel David (PSC), que fica sem mandato.

David chegou a ser cogitado para substituir José Carlos Barbosa, o que nunca foi confirmado pelo governador. A posse de Antônio Carlos Videira no lugar de Barbosinha está marcada para a tarde desta quarta-feira. Como adjunto, o escolhido foi o coronel Esli Ricardo de Lima, que hoje comanda o Corpo de Bombeiros. O nome do novo chefe da corporação ainda não é conhecido.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE