Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
27 de Abril de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Maestro abre escola para mostrar como a música desenvolve habilidades e ajuda na autoestima

Lívia Gaertner em 13 de Dezembro de 2017

Vários pensadores já refletiram sobre sua importância e influência no homem, porém, talvez, seja do alemão Friedrich Nietzsche uma das mais impactantes assertivas sobre essa manifestação artística: "A vida sem a música é simplesmente um erro, uma tarefa cansativa, um exílio".

O maestro e professor de música Luciano Gibaile Arévalo atua profissionalmente no mundo musical há muitos anos e lembra que sua relação com os sons e notas se despertaram logo cedo, ainda na infância. Ele reforça aquilo que várias pesquisas revelaram.

“Desde a maternidade todos nós aprendemos música, pois ao ouvirmos o mundo que nos cerca, sentimos vibrações rítmicas e harmônicas. Dentro do crescimento natural após o nascimento, quanto mais estímulos musicais recebemos, maiores as chances de sermos pessoas mais sensíveis à aprendizagem técnica da música, isso já pode ocorrer a partir dos 6 anos de idade para todas as pessoas”, estima o maestro que também é responsável pela coordenação do Coral Cidade Branca, projeto mantido pela Prefeitura de Corumbá.

Fotos: Divulgação

Ensino da música envolve lida com vários aspectos emocionais

Ele explica que, na infância, esse contato acontece de forma lúdica, explorando aquilo que todo pequeno mais gosta: fazer descobertas através das brincadeiras.

“Os primeiros contatos com o ensino rítmico e expressivo na infância ocorrem através da musicalização. Brincadeiras de cantigas de rodas já fazem a parte desse processo. Daí para aprender um instrumento é um pulo”, afirma ao indicar qual é a idade inicial indicada para se aprender a tocar um instrumento.

A família, segundo o maestro, é primordial nesse estímulo que desenvolve “múltiplas habilidades cognitivas e sensoriais, além de promover a autoestima”. Ou seja, aprender música cria uma pessoa mais atenta aos sinais que o ambiente fornece.

“Basta que a criança tenha acesso a esse mundo, com a ajuda da família e de profissionais promovendo as oportunidades de aprendizado musical. A família da criança tem um papel fundamental ao incentivar e investir na aprendizagem da música”, diz ao acrescentar nessa tarefa também um integrante importante: a escola. “Não é um trabalho isolado a ser incumbido somente pelo profissional. É um trabalho coletivo. Família-aluno-escola.  Essa tríplice união favorece a aprendizagem e o crescimento dessa arte universal”, avalia.

Porém, nem todas as escolas oferecem a música como disciplina no currículo, por isso ele resolveu abrir um espaço onde pudesse oferecer o ensino dessa arte para  o público desde a mais tenra até à madura idade.

“A aprendizagem musical envolve diversos níveis de concentração, lida com aspectos emocionais, aprimora a criatividade e a interpretação, favorece milhares de possibilidades de leitura cultural enquanto estilos de música, trabalha a percepção auditiva, motora, tanto temporal quanto espacial. Assim como dançar, aprender a tocar um instrumento ou se expressar no canto envolve muito mais o nosso ser do que imaginamos”, explica ao Diário Corumbaense.

Maestro Luciano Gibaile abriu escola de música para público de todas as idades em Corumbá

Para apresentar a evolução dos alunos da Sonata Escola de Música, o maestro preparou um evento que será realizado nesta quinta-feira, 14 de dezembro, no salão Ygarapé, situado na rua Cuiabá, 382, Centro, a partir das 20 horas. A entrada custa 20 reais por pessoa.

Durante a Noite Sonata acontecerão apresentações de canto, violão, piano e violino com repertório de músicas brasileiras e internacionais. A lista vai da bossa de “Garota de Ipanema” a “Love in the  Dark” da cantora inglesa Adele, uma das mais premiadas da atualidade. O público ainda poderá ouvir “Mamma Mia”, do grupo ABBA,  “Sumertime”, “Dos Gardenias”,  “California Dreamin’”, e tantas outras canções.

“Será uma noite inesquecível para todos e muito especial para os alunos. Para a nossa cidade, uma nova proposta dos futuros artistas da nossa querida Corumbá”, frisou o maestro Luciano.

Para mais detalhes sobre o evento, o telefone de contato é (67) 99835-8762.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE