Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Cerimônia do Dia do Marinheiro destaca valores exemplificados por patrono Tamandaré

Lívia Gaertner em 13 de Dezembro de 2017

Em frente ao Pórtico das instalações militares do 6º Distrito Naval que foram recentemente homologadas como patrimônio cultural material do Brasil, o Dia do Marinheiro foi comemorado na região pantaneira de Corumbá e Ladário. Com uma cerimônia que integrou público militar e civil, este 13 de dezembro lembrou os feitos históricos da Marinha do Brasil na região e ressaltou a interação entre a instituição militar e a população civil ao entregar a representantes de vários setores a medalha de Amigo da Marinha.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Desfile de pelotões integrou programação de solenidade do Dia do Marinheiro

A data comemorativa existe desde 1925, quando o então Ministro da Marinha, Almirante Alexandrino Faria de Alencar, instituiu em forma de homenagem, 13 de dezembro como o Dia do Marinheiro, por se tratar do aniversário do Almirante Joaquim Marques Lisboa, o Marquês de Tamandaré.

A figura histórica foi lembrada na Ordem do Dia, assinada pelo comandante da Marinha do Brasil, almirante de Esquadra, Eduardo Bacellar Leal Ferreira.

“Durante sua longa e digna existência, foi exemplo vivo de honradez, austeridade e amor à Pátria, qualidades que, aliadas à sua competência, elevaram-no ao posto de Primeiro-Almirante, à dignidade de Conselheiro de Guerra e de Marquês de Tamandaré. A única riqueza que acumulou foi a satisfação pessoal de ver, nas gerações de marinheiros que o sucederam, a naturalidade com que os valores que pautaram sua vida são transmitidos e cultivados”, disse ao se referir ao patrono.

Ele também destacou a atuação da Marinha nos dias atuais não apenas em seu papel primaz, que é o da defesa do país, mas também o de ser uma Força Militar presente em ações que fazem a diferença na vida da população para qual leva assistência.

“Com muito orgulho, levam assistência às comunidades carentes mais isoladas da Amazônia e do Pantanal, salvam vidas no mar, fornecem alívio aos atingidos por desastres naturais, apoiam pesquisas científicas no continente Antártico, participam de operações de paz em várias partes do mundo e, principalmente, garantem que o Atlântico Sul, a grande artéria por onde circula nossa economia e a base da prosperidade do país, mantenha-se como uma zona de paz e cooperação entre nações amigas”, diz o texto que nos remete, na realidade local, às grandes ações cívico-sociais, as Aciso’s, que a instituição promove em toda a extensão do Pantanal sul-mato-grossense direcionada à população ribeirinha, principalmente, com atendimentos médicos e odontológicos.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Solenidade aconteceu em frente ao Pórtico do 6º Distrito Naval em Ladário

Premiações e honrarias

Durante a solenidade, que contou com a presença do comandante do Comando Militar do Oeste, general de Exército José Luiz Dias Freitas, foram entregues a premiação da Operação Cisne Branco, Medalha Mérito Tamandaré e Medalha Amigo da Marinha.

A Operação Cisne Branco é dotada de um concurso de redação com o qual se busca despertar nos jovens, seus pais e professores o interesse pelos assuntos ligados ao Poder Naval, Poder Marítimo, “Amazônia Azul” e História Naval do Brasil. Na categoria Ensino Fundamental, a vencedora foi Mariana Coutinho, da Colégio Militar de Campo Grande, e no Ensino Médio, quem venceu   foi Ranielly Garcia da Silva, aluna do 2º ano da Colégio Salesiano de Santa Teresa, em Corumbá.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Ranielly, aluna do Colégio Salesiano de Santa Teresa, venceu concurso Operação Cisne Branco na categoria Ensino Médio

“Acabei ressaltando a contribuição da Marinha para o desenvolvimento do nosso país, partindo da história e o progresso dessa instituição. Precisei pesquisar bastante, usei livros, internet e vídeos para ajudar”, contou a jovem que ainda confessa estar indecisa sobre a profissão futura, mas garantiu que o concurso acabou a incentivando em algumas carreiras como escritora e professora.

O contra-almirante Luiz Octávio Barros Coutinho, comandante do 6° Distrito Naval, ressaltou a necessidade de despertar desde cedo o interesse dos cidadãos por riquezas nacionais, como a questão marítima e das hidrovias, caso do Pantanal.

“Temos que divulgar desde o jovem a importância do mar, desse nosso rio Paraguai, a importância das hidrovias. É a forma de fomentarmos junto com os jovens o que temos de importante. O mar é responsável por 95% das nossas importações e exportações, o rio Paraguai tem uma importância muito grande para a região, pois toda água que abastece Corumbá vem do rio Paraguai”, afirmou.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Militares e civis foram agraciados com medalhas comemorativas

A Medalha Mérito Tamandaré foi entregue a 10 cidadãos, entre representantes de instituições e personalidades civis e militares como forma de agradecimento pelos relevantes serviços prestados em apoio às atividades da Marinha. Já a Medalha Amigo da Marinha, a cinco personalidades.  

Galeria: Dia do Marinheiro - 2017

Abrir Super Galeria
Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE