Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
12 de Dezembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Em pouco mais de 8 horas, choveu 25% do volume registrado em novembro em Corumbá

Ricardo Albertoni em 04 de Dezembro de 2017

Enviada por leitor Ronildo José

Nas últimas 24 horas, já choveu pouco mais de 48 milímetros em Corumbá

A chuva de pouco mais de 48 milímetros que caiu sobre Corumbá nas últimas 24 horas já deixou alguns pontos de alagamento e foi responsável por quedas de galhos e árvores no perímetro urbano. Um dos pontos alagados foi registrado na rua Rio Grande do Sul, bairro Popular Nova, parte alta da cidade. Nas imagens enviadas por leitor do Diário Corumbaense é possível ver que o acúmulo de água chegou a interromper temporariamente o trânsito no local. De acordo com a Central de Operações do 3º Grupamento, até às 14h30, uma queda de árvore tinha sido registrada. Os ventos chegaram a mais de 45 quilômetros por hora por volta das 14h.

Dados dos pluviômetros automáticos do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, instalados nas escolas municipais Almirante Tamandaré e Luiz Feitosa Rodrigues informam que o volume de chuva que caiu na cidade somente em 8 horas equivale a pouco mais de 25% do que caiu em todo o mês de novembro, que foi de 192,7 milímetros. A segunda-feira (04) já é o dia mais chuvoso dos últimos 30 dias.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Somente em 8 horas choveu o equivalente a pouco mais de 25% de toda a chuva que caiu no mês de novembro

O Inmet emitiu alerta amarelo, classificado como de Perigo Potencial em Mato Grosso do Sul. De acordo com a classificação existe risco de corte de energia elétrica, queda de galhos e árvores, ventos intensos alagamentos e descargas elétricas. As precipitações devem continuar até o fim de semana. A previsão para amanhã é de tempo nublado e com pancadas de chuva e trovoada.

Chuva forte em todo o estado

Tempo mais severo durante a semana, com chuvas fortes, rajadas de ventos e grande incidência de raios na região. É o que prevê para Mato Grosso do Sul o Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de MS (Cemtec). A temperatura deve baixar alguns graus durante os próximos dias oscilando em média entre 21 e 30 graus. 

Em decorrência do grande volume de chuva previsto, no estado, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) mantém em situação de alerta alguns rios das bacias do Paraguai e do Paraná.

O rio Miranda, que leva o mesmo nome do município, saiu da calha e desabrigou duas famílias ribeirinhas que tiveram que ser alojadas em casas de parentes. A Defesa Civil informou que até às 11h já choveu 100 milímetros naquela região e a tendência é que o rio continue subindo.O nível atual do rio Miranda está a apenas 25 centímetros da situação de emergência (7,0 metros).

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE