Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
18 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Reinaldo defende governador de Goiás para comandar PSDB

Campo Grande News em 11 de Novembro de 2017

O governador de Goiás, Marcone Perillo, é o candidato capaz de reunificar o PSDB, que está em clima de implosão, depois que o senador Aécio Neves destitituiu Tasso Jereisssati da presidência interina e assumiu o cargo. Pelo menos na avaliação do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, explanada durante convenção do partido nesta manhã, na qual será confirmado o nome do deputado Beto Pereira na presidência estadual da legenda.

Indagado sobre o racha no partido e de que lado estava, Azambuja afirmou não estar nem do lado de “Aécio nem do de Tasso e sim do Marcone Perillo”. Para ele, o governador goiano é o candidato da reconciliação.

O argumento de Azambuja vem, segundo ele, da caraterística de origem dos tucanos. “O PSDB sempre foi um partido reformista”, define. Na sequência, aproveitou para defender que a legenda se volte à aprovação de reformas no Congresso que, segundo ele, não são do atual governo apenas, mas sim temas importantes para o País. Ele citou as alterações na previdência, que considera extremante necessárias para acabar com o déficit no setor.

Para Reinaldo, o foco do partido deve estar nesses debates e não em brigas internas. “O Marcone é quem encara esse espírito reformista e de reconciliação”, defendeu. Na avaliação do governador, o comportamento da Mato Grosso do Sul pode ser encarado como exemplo nesse quadro, já que foi definido um nome de consenso, sem disputas e exposição de rachas internos

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE