Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
19 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

O mundo precisa de respeito para que as pessoas sejam humanas

Da Redação em 30 de Outubro de 2017

Nos dias atuais o ser humano fica procurando respostas para os seus conflitos, alguma forma de deixá-lo confortável consigo mesmo, realizado no meio e livre dos problemas, seja de ordem pessoal, espiritual, sentimental ou financeira. Normalmente analisa tudo em volta, o ambiente, as coisas, as pessoas e tenta achar o culpado para tudo aquilo que não deu certo em sua própria vida. 

Pensar assim é comum, acreditar que até mesmo o ar contaminado pode ter contribuído para este ou aquele fracasso, é cotidiano. Mas, as pessoas se esquecem de olhar para si próprias, de buscar em seu interior o que realmente interfere no sucesso de suas ações, no melhoramento do ser e da pessoa humana. 

Todo aquele que quer ter sucesso, que quer viver bem, de forma saudável, tem primeiro que conhecer a si próprio, buscar em seu interior o sentimento verdadeiro que pode emanar a outras pessoas ou mesmo a outros grupos. E muitos, quando fizerem isso, vão se surpreender com o dragão, ou melhor, o lobo covarde que há dentro de si. 

É preciso respeitar para ser respeitado, ou antes disso, é preciso respeitar para ser alguém realmente, para ser gente. Quem não respeita não consegue se aprumar, pois não tem essência, ou se tem é uma que não serve para os bons. O desrespeito é a maior prova da inequidade da pessoa humana, e inequidade significa perder a vergonha de cometer o pecado, de praticar o erro, ou seja, praticar o mal de forma vil, sarcástica.

Infelizmente foi isso que se viu aos montes neste tão amável município de Corumbá. Tão logo se divulgou a notícia de que o prefeito Ruiter Cunha teve um problema cardíaco e que precisaria ser levado à Capital, choveu de comentários desnecessários nas redes sociais. Fizeram chacota, desejaram o mal, escarneceram, disseminaram o ódio e até chegaram a anunciar a morte do prefeito.

Ninguém precisa gostar do Ruiter, ou de quem quer que seja, mas é preciso ter respeito pela pessoa humana. É necessário respeitar o filho, o pai de família, o amigo, o irmão. Ninguém gostaria que fizesse isso com um dos seus e alguns até partiriam para a ignorância. Um problema de saúde todos estão sujeitos a ter a qualquer momento e, dependendo da gravidade, só em grandes centros pode-se tratar, às vezes nem mesmo em Campo Grande é possível. 

Ruiter foi o prefeito que mais investiu em saúde no município. Foi ele quem, através de convênios, muito diálogo e sacrifício, conseguiu colocar o hospital para funcionar de novo. Hospital que estava entregue às traças e que nesta segunda-feira salvou a sua vida, assim como já salvou a vida de muitos. Um Centro de Terapia Intensiva (CTI) bem montado com profissionais muito bem capacitados, o suficiente para garantir a estabilização até que o paciente possa ser transferido. 

O mundo precisa de respeito, precisa de pessoas que tenham a inteligência mínima para saber a hora de atacar os adversários e a hora de se calar, no mínimo. Quem não respeita não tem o direito de ser respeitado, quem não respeita não terá reconhecimento nunca, não conseguirá perdurar nunca, e acima de tudo, não será reconhecido como pessoa humana, nunca.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE