Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
18 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Antecipando fatos e as plataformas de campanha

Da Redação em 23 de Outubro de 2017

Não se trata de profetizar ou prever o futuro, mas esta coluna já havia citado que antigas promessas voltariam a ser usadas nas próximas eleições. Citou o rio Taquari, a Área de Livre Comércio e a Zona de Processamento de Exportação, entre outros. Esses empreendimentos vêm sendo largamente explorados nas campanhas eleitorais há pelo menos duas décadas, ao lado do Trem do Pantanal e Usina Termoelétrica. 

Dito e feito

Já teve, antes mesmo da campanha, seminário sobre a Zona de Livre Comércio e, agora, o presidente Michel Temer, em pessoa, anunciou investimentos de R$ 6 bilhões em recuperação e preservação do meio ambiente. Em Mato Grosso do Sul no final de semana, Temer afirmou que parte desse dinheiro será usada para recuperar o Taquari. 

Saco sem fundo

O trabalho de desassoreamento do leito do rio Taquari tem se transformado em um ralo de dinheiro que se vai e não se sabe para onde. Milhões de reais já foram usados em pesquisa, levantamentos e nada de ações práticas até agora. O leito do rio já até mudou de curso e áreas anteriormente inundadas por ele já estão secas e produtivas, ao mesmo passo em que outras regiões foram inundadas. 

Sem pessimismo

Pode até parecer pessimismo, mas a história fala por si. Considerado a maior tragédia ambiental do Pantanal, o assoreamento do rio Taquari, que se deu a partir do incentivo do próprio governo à agricultura na região norte de Mato Grosso do Sul, já ajudou a eleger senador, deputados, a enriquecer alguns e, os produtores rurais, maiores interessados no assunto, já que perderam terras e gado, continuam na mesma, muitos até já morreram esperando algo ser feito. 

O que se espera

É que essas ações anunciadas tenham verdadeiramente efetividade. É o que sempre se diz, reuniões, seminários, anúncios, falácias, disso o povo está cheio. Todos querem mesmo é ver a história ser mudada, o que só vai acontecer quando as coisas acontecerem de fato.

Muito embora

Ainda haja muita gente que acredite, que deposite toda a confiança nas promessas políticas, que já deixaram de serem cumpridas dezenas de vezes. 

Tem que saber trocar

O jogo tem que ser revertido, ou seja, o eleitor tem que aprender a obrigar o político a fazer antes para ganhar o voto depois e não prometer, ganhar o voto e depois não fazer nada como sempre ocorre. Quando o povo parar de acreditar em tudo o que os políticos prometem, tudo vai mudar neste país. 

Então 

É só fazer assim, daqui até outubro de 2018, vai ter muito político prometendo para ganhar o voto e a eleição. Simples de resolver o problema, cobre, peça que mostrem o que já fizeram, exija que façam primeiro para ganhar o direito de ter a sua confiança e o seu voto.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE