Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
18 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Corumbaenses que impressionam o Mato Grosso do Sul

Da Redação em 18 de Outubro de 2017

Família de Corumbá que foi a Campo Grande vender saltenhas, teve tanto êxito que conseguiu em dois dias, vender dois mil salgados. A iguaria boliviana também já chegou por lá, pela capital, mas a de Corumbá, feita pela família Ardaya, ganhou elogios e o reconhecimento dos corumbaenses que moram na capital, dos campo-grandenses e de todo mundo que experimentou. 

Não é de hoje

Que Arthuro Ardaya e sua família fazem saltenhas e outros salgados, mas em Corumbá, é difícil sobreviver e emplacar. É como diz o ditado: “santo de casa não faz milagre”. É uma pena, mas é verdade. Ainda bem que em outras pairagens o milagre acontece. 

E é sempre assim

Muitos corumbaenses, de várias áreas de atuação, se dão melhor fora daqui do que em seu próprio terra. Talvez seja até necessário um estudo para saber por que isso acontece e por que os que vêm de fora alcançam mais credibilidade. 

Isso até prejudica

Se o povo daqui fosse unido e desse mais reconhecimento aos seus, talvez Corumbá estivesse mil anos à frente. A cidade precisa de união para compor várias câmaras setoriais de forma a influenciar em decisões que nem sempre contemplam o município. Também é necessária representatividade política, o que se perdeu ao longo dos anos justamente por causa de intrigas e desentendimentos. 

Nunca é tarde

Mas nunca é tarde para reconhecer os erros e voltar atrás. Ainda dá tempo de uma guinada de 180 graus. Quem sabe um bom bate papo comendo uma saltenha e tomando um mate gelado (que não é mais nosso), não ajude a consertar as coisas?

Refis do IPVA

O governo do Estado vai parcelar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores que está em atraso dando descontos de até 90% dos juros e das multas. É um dinheirão que está parado sem que o governo consiga receber, ou melhor, sem que o contribuinte consiga pagar. 

Campanha

Por outro lado existe uma campanha que está tomando corpo no Brasil inteiro para derrubar o IPVA. Cansados de pagar tantos impostos e sem ver a contrapartida, o contribuinte brasileiro começa a trabalhar para diminuir os “custos” do Estado sobre seu bolso. 

Refic aprovado

Por aqui, quem tem dívidas com o Fisco Municipal vai ter a chance de quitar os débitos com perdão de juros, multas e correção monetária desde que sejam observadas algumas condições. o projeto de lei foi apresentado ontem de manhã pelo prefeito Ruiter Cunha e à noite, já foi aprovado pelos vereadores. 

Para os dois lados

De um lado, o contribuinte devedor tem uma boa oportunidade para pagar o que deve ao Fisco e, do outro, a Prefeitura espera arrecadar pelo menos R$ 4 milhões para ajudar no custeio da máquina pública nesta reta final de ano. O valor total da dívida ativa, hoje, gira em torno de R$ 60 milhões. 

Vai para sanção

Depois de aprovado, o projeto de lei vai para sanção do prefeito, que estima que em até trinta dias inicia o Refic. 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE