Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
18 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Período fértil para os traficantes

Da Redação em 17 de Outubro de 2017

Vai chegando o fim do ano e os traficantes se alvoroçam para abastecer o mercado. As festas de final de ano, geralmente regadas a muita maconha e cocaína, provocam um aumento substancial nas vendas e o comércio de drogas cresce em uma linha acentuada até fevereiro, no carnaval. 

Tem gente que não gosta

Muitas pessoas brigam quando se fala nisso, que o consumo cresce, que o povo fuma maconha, cheira cocaína. Mas rechaçar essas informações é como tampar o sol com a peneira. A dependência química é um problema que tem que ser encarado de frente, com o máximo de informações possível. Esconder o lixo embaixo do tapete só vai trazer mais prejuízos. 

E quanto prejuízo

As drogas promovem a violência no mundo inteiro. Os dependentes químicos fazem de tudo, mas de tudo mesmo para conseguir saciar a vontade. Se prostituem, roubam, assaltam, matam, aliciam as outras pessoas, promovem o caos. 

Droga "saudável"

Um baita de um paradoxo, a granola, cereal que representa saúde na atualidade, foi usada por uma adolescente de 17 anos que tentava traficar cocaína e foi pega na BR-262. Já pensou, oito quilos e meio de cocaína em pacotes de granola? A adolescente vai cumprir medida sócio-educativa e logo, logo estará de volta às ruas. Ela disse que ganharia mil dólares para traficar a droga até São Paulo. 

Pela quantidade

Esta não foi a primeira vez que esta menina levou drogas da fronteira para São Paulo. Nenhum traficante confiaria oito quilos e meio de cocaína a uma menina de 17 anos se não conhecesse o trabalho dela. Ai fica a pergunta: depois da medida sócio-educativa, será que ela vai se regenerar?

Ainda tem gente morrendo

O trânsito de Corumbá continua problemático. Domingo à noite um adolescente de 18 anos morreu na avenida Rio Branco depois de se desequilibrar, perder o controle da moto e achatar o peito na queda. Uma perda dura para pais, parentes e amigos. 

Mas não tem jeito

Parece que quanto mais se fala, mais acidentes acontecem, principalmente com motocicletas. Na Duque de Caxias, no Nossa Senhora de Fátima, duas mulheres ficaram feridas, uma quebrou a perna depois de ter atravessado a preferencial, segundo o boletim de ocorrência, com uma motocicleta.  

Questão de amor

Tem que gostar de si próprio para praticar a direção defensiva, se não tiver amor, o ódio e a violência vão continuar dominando o trânsito, machucando e levando vidas.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE