Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
16 de Julho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Defensora pública da Bolívia afirma ter sido ameaçada de morte por brasileiro

Lívia Gaertner em 15 de Outubro de 2017

Irma Durán, coordenadora na cidade boliviana de Puerto Suárez, da Mesa Defensorial, órgão com atuação similar a da Defensoria Pública no Brasil, denunciou às autoridades policiais daquele país que foi ameaçada de morte por um homem de nacionalidade brasileira. De acordo com reportagem do jornal El Deber, o caso relatado pela defensora pública aconteceu na última quarta-feira, 11 de outubro, quando o brasileiro, invadiu a casa dela, na cidade que faz fronteira com Corumbá, no Brasil, ameaçando-a com uma arma de fogo.

Ainda, segundo o periódico boliviano, a ameaça pode ter sido ocasionada como forma de amedrontá-la por um desentendimento com um pecuarista brasileiro que não teve o nome divulgado ou então por denúncias que ela fez sobre abuso de poder policial. O caso segue sendo investigado na tentativa de identificar e localizar o homem para esclarecer os reais motivos da ameaça. 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE