Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
22 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Compra de brinquedos movimenta lojas na véspera do Dia das Crianças em Corumbá

Lívia Gaertner em 11 de Outubro de 2017

O movimento na área do centro comercial de Corumbá reflete bem o clima de feriado. Apesar de algumas lojas estarem fechadas, outra parte delas permanece aberta, entretanto sem muita movimentação. A única exceção são as lojas que comercializam brinquedos, os produtos preferidos na hora de presentear as crianças, cuja data comemorativa é celebrada a cada dia 12 de outubro no Brasil.

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Elen e Nicolas "negociam" por compra que agrade tanto mãe como filho

O quadro encontrado na manhã desta quarta-feira, 11 de outubro, no comércio de Corumbá foi vislumbrado, já no início deste mês, por um levantamento do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS em parceria com o Sebrae-MS, que revelou que a grande concentração de vendas para a data comemorativa aconteceria às vésperas da data. A mesma pesquisa que apontou que 75% dos entrevistados iriam comprar presentes na semana do dia 12 de outubro, também revelou que a preferência seria por lojas da área central da cidade.

Um dos motivos, segundo Elisangela Franco Cáfaro, é a rotina de intenso trabalho que acaba prejudicando a compra antecipada.  Ao conversar com o Diário Corumbaense, ela contou que o feriado da Divisão do Estado é perfeito para fazer as compras da criançada.

“Não dá pra passar em branco, tem que dar um mimo e, no dia a dia, é muita correria, então, hoje, a gente consegue escolher com calma, ver o que tem de novidade e também aquilo que cabe no bolso”, disse ao revelar os critérios usados na hora de adquirir presentes para os sobrinhos. “Gastei dentro do orçamento que planejei, até porque ainda tem o presente do filho”, lembrou ao apontar a companhia do filho Alison, de 11 anos de idade, que ainda não havia se decidido sobre o presente que quer ganhar.

Elisângela comprou presentes para sobrinho dentro o orçamento pois, segundo ela, ainda falta a escolha do filho Alison

Com oito anos de idade e bons argumentos, Nicolas, tentava convencer a mãe Elen Rodrigues sobre o melhor presente para ele. Juntos, mãe e filho chegaram a um acordo entre tantas opções que vão desde a clássica bola até jogos com personagens de desenhos animados como Pokémon.

“Eu trouxe porque ele está grande, acho melhor escolher até para que  não fique frustrado com algo que posso achar legal e ele não gostar tanto. Ele já está grandinho, entende as coisas e por isso prefiro que venha, porém a gente sempre negocia porque quero levar o mais barato e ele o mais caro”, contou Elen que fica sempre atenta aos valores dos produtos. “Eu prefiro pagar à vista até porque final de ano está perto e é outro gasto com presentes. Então, prefiro equilibrar o bolso com o gosto dele para que logo ele possa ganhar mais presentes”, explicou.

Movimento em lojas de brinquedos é grande nesta véspera da data comemorativa

O movimento na loja que oferece desde bonecos ao valor de R$ 4,90 até brinquedos mais sofisticados como carros elétricos agrada aos comerciantes que reforçaram os estoques para a data.

“Aumentamos estoques de todos os itens, do mais básico ao mais sofisticado. Acreditamos que até o final do dia estaremos alcançando o projetado para as nossas vendas, entretanto vamos abrir as portas nesta quinta-feira pela manhã para as pessoas que porventura tenham esquecido de comprar o presente”, avisou Otávio Philbois, proprietário de uma das lojas de brinquedos mais tradicionais da cidade.

Opções desde as mais simples como as sofisticados, a exemplo do carro elétrico, fazem a alegria da criançada

De acordo com a pesquisa da Fecomércio e Sabrae, as comemorações do Dia das Crianças em Corumbá e Ladário devem movimentar mais de R$ 4 milhões no comércio local, sendo que 84% desse valor serão empregados com a compra de presentes.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE