Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
18 de Dezembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Ação da Funtrab e Prefeitura oferece orientação para colocação no mercado de trabalho

Lívia Gaertner em 04 de Outubro de 2017

Se quem busca um lugar no mercado de trabalho tem que ir à rua, ela literalmente foi preparada para receber a “Tenda do Trabalhador”, ação realizada pela parceria entre Governo do Estado, por meio da Funtrab – Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul, e da Prefeitura de Corumbá, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural.

A estrutura montada em frente à Casa do Trabalhador, situada na rua 13 de Junho número 1213, serve para reforçar o atendimento que, já na abertura da ação, nesta quarta-feira, 04 de outubro, levou centenas de pessoas em busca de uma colocação no mercado de trabalho.

“Temos a função de fomento, de reunir qualificação, treinamento e cursos com o Sebrae. Na outra ponta juntamos a geração de emprego e renda com a Funtrab. Você traz a pessoa desempregada para uma formalização com treinamento e a leva para a introdução no mercado de trabalho. Hoje, dentro da Secretaria conseguimos alavancar as duas frentes. Trabalhamos tanto com a pessoa que quer ser empreendedora empresária como com aquela que busca o mercado trabalho”, destacou Renato dos Santos Lima, secretário de Indústria, Comércio e Produção Rural.

Ao Diário Corumbaense, ele esclareceu. “Esperamos que essas ações diminuam um pouco essa desigualdade, fomente mais o município, a oportunidade de emprego e renda, empreendedorismo e desenvolvimento que é o mais importante para Corumbá”.

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Erick busca seu primeiro emprego aos 19 anos de idade

O secretário municipal falou ainda sobre o trabalho informativo que a Prefeitura vem fazendo ao mostrar as vantagens de se formalizar como empreendedor. O MEI (Micro Empreendedor Individual) é, segundo o secretário, “carteira de trabalho do empreendedor”.

“O Micro empreendedor individual é uma figura que foi criada por meio de lei e que tem toda a questão de recolhimento simplificado reduzido. Quem está enquadrado no MEI e paga a taxa única tem o direito de recolher a previdência e demais impostos, estar formalizado junto a uma grande empresa, podendo comprar mais barato, direto da indústria. Como CNPJ compra direto, elimina o intermediário, então é uma série de vantagens que a formalização gera e que estamos buscando mostrar. Tem muita gente que é ambulante, que trabalha num patamar pequeno, queremos trazer essas pessoas para a formalidade e que elas percebam novas oportunidades. O crédito é um desses benefícios”, lembrou.

Unindo as pontas

Apesar de jovem, Kamille Rodrigues Sampaio, 21 anos de idade, aposta que os cursos técnicos em Mineração e em Meio Ambiente possam lhe render uma boa colocação. Na busca por uma vaga desde maio, quando concluiu estágio, a jovem aposta na ação para estar empregada até o final de ano.

“Estou buscando algo, de preferência, nas áreas, mas se surgir outra vaga, também estou disposta, por exemplo, também sou capacitada como auxiliar administrativa, tenho vários cursos relacionados a essa função. Tenho que manter a esperança, mas correndo atrás, não dá pra desanimar. Quero estar empregada até antes do final do ano”, disse.

Com 19 anos de idade, Erick Henrique Ribeiro de Souza, está desde fevereiro em busca do primeiro emprego formal. O jovem havia servido ao Exército e quer, agora, tentar também uma vaga antes que o calendário anual vire.

“Amigos me marcaram na notícia publicada no Diarioline e já me preparei para vir hoje cedo porque, desde fevereiro venho buscando algo fixo. Por enquanto fico fazendo um bico aqui e outro ali para ajudar em casa, mas quero mudar essa situação”, afirmou.

A busca por uma colocação no mercado de trabalho atraiu grande número de pessoas

Diretor-presidente da Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul, Wilton Acosta, disse que a expectativa para Corumbá é atingir 100 colocações e para isso, equipe da Funtrab está levantando junto ao mercado local essas vagas para oferecer aos cidadãos.

“Tanto para o trabalhador como para o empregador é importante. Às vezes o empregador não consegue o trabalhador no perfil que ele deseja. O empregador tem dificuldade e o trabalhador também. A Casa do Trabalhador une as duas pontas. É a porta da esperança para aquele que está desempregado. Nosso esforço é para que todos que venham consigam uma vaga, mas se não conseguir hoje, provavelmente é porque as informações disponíveis não cruzaram com o perfil dele. O importante é que façam o cadastro e na medida em que as vagas vão entrando, automaticamente o sistema separa e a Casa entra em contato e faz o encaminhamento”, explicou.

De acordo com ele, há sim vagas no mercado, porém ele está mais exigente e requer qualificação, sendo assim, é preciso sempre buscar por esse diferencial na hora da disputa por uma colocação.

“O mercado vem sendo mais exigente nos últimos anos e o trabalhador que não se preocupar em ter uma formação profissional dificilmente vai acessar o mercado de trabalho, sobrando para ele o subemprego, que é o que geralmente acontece. O mercado de trabalho tem vaga, o que falta é qualificação", reforçou.

A ação segue ainda nesta quinta-feira (05) com os seguintes serviços ofertados pela Prefeitura de Corumbá: orientações sobre empreendedorismo; corte de cabelo; cadastro único; carteira interestadual do idoso (deficiente); desconto na tarifa social de energia; orientações para isenção nas taxas de inscrição de concursos e sobre a carteira do idoso; orientação e encaminhamento do passe livre intermunicipal; segunda via da certidão de nascimento e orientação sobre o acesso ao trabalho.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE