Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Janeiro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Quadrilha é presa em Puerto Quijarro acusada de furtos contra empresas e construtoras

Lívia Gaertner em 03 de Outubro de 2017

A Polícia Boliviana prendeu 13 homens acusados de integrar uma quadrilha que promovia furtos a zonas francas, empresas de máquinas pesadas e construtoras na região. Os policiais chegaram à quadrilha durante investigações sobre um roubo ocorrido numa empresa estatal no último final de semana.

O comandante da Policia Fronteiriça, em Puerto Suárez, Donato Herrera, disse que a FELCC – Força Especial de Luta contra o Crime coletou informações e indícios necessários que fizeram chegar até os 13 acusados que, segundo a autoridade policial, confessaram ter furtado peças de ferro, zinco e outros materiais da empresa Zoframaq, em Puerto Quijarro, cidade que faz fronteira com Corumbá, no lado brasileiro.

Jornal La Estrella del Oriente

Homens foram presos após furtarem zona franca em Puerto Quijarro

Herrera disse que os bandidos tiveram fácil acesso à empresa, pois há falta de seguranças privados durante à noite, período quando os ladrões cometiam os furtos. Ele afirmou ainda que os acusados viviam nas imediações da empresa e sabiam as vias com menor fluxo que proporcionavam-lhes as melhores rotas de fuga com os materiais furtados que eram vendidos para o comércio e particulares.

A investigação policial apontou que os acusados já teriam entrado e praticado diversos furtos contra a Zoframaq e demais instituições de Puerto Quijarro. O Ministério Público da Bolívia os acusou de furto e associação criminosa.

De acordo com o jornal La Estrella del Oriente, os trezes presos são: Jhonatan Cárdenas Osinaga, Marco Picolomini, Jairo Daniel Flores, David Ramires Condori, Damián Delgadillo Villarroel, Wilson Velasco Bravo, Darwin Peña Faldin, Juan Carlos Domínguez, Francisco Velasco Yure, Teodoro Antelo Paz, Mauricio Gabriel Salas, Reynaldo Montero e Harol Jesús Parada.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE