Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Os bares da cidade, seus atrativos e sua magnitude

Da Redação em 22 de Setembro de 2017

É incrível de ver a quantidade de bares existentes em Corumbá e o movimento que eles têm. Alguns funcionam 24 horas por dia e ficam sempre lotados, outros só abrem à tarde e atendem os clientes até de madrugada. A magnitude é tanta que tem famílias inteiras que se tornam frequentadoras assíduas dos botequins e se orgulham de estar lá, bebendo. 

Posição de prestígio

Corumbá ocupa posição privilegiada no ranking nacional do consumo per capta de cerveja. Para muitos, esse é um título que nada agrega para a Cidade Branca, mas para outros, é motivo de orgulho beber tanto a ponto de liderar os rankings brasileiros dos maiores consumidores de cerveja do Brasil. 

Para a economia 

Esse consumo exagerado de bebida é salutar, ou seja, ajuda na saúde financeira dos estabelecimentos comerciais e na arrecadação de impostos, já que a cerveja por ser considerada um produto supérfluo, é supertaxada em imposto, como se houvesse produto no Brasil que não é.  

Para a saúde

Já os médicos advertem para os males que o consumo exagerado da bebida pode causar, entre eles, doenças cardíacas e diabetes. Se os poderes públicos arrecadam impostos com a venda, gastam em atendimento médico e distribuição de remédios, quer dizer, um pelo outro, fica tudo na mesma. 

Para o bolso 

O consumo em excesso de cerveja não faz nada bem para a saúde do bolso. Quem bebe meia dúzia por dia, pagando sete reais em cada garrafa, gasta em média 42 reais por dia, 1.260 reais por mês. No fim do ano, daria para comprar um carro seminovo com os mais de 15 mil reais ingeridos em cerveja.

Para a segurança

A situação é meio complicada. Boa parte das ocorrências atendidas pela PM, se não a maioria, envolve pessoas embriagadas. Acidentes de trânsito, briga de vizinhos, vias de fato, tentativas de homicídio, homicídios e violência doméstica. Sempre tem uma pessoa que bebeu antes de praticar o ato que originou a ligação para o 190. 

Para a vida

É muito perigoso porque provoca doenças e ainda por cima incentiva a valentia e os atos impensados, ou efusivos. Varias pessoas já morreram durante brigas motivadas pelo excesso de consumo de cerveja, o que não é incomum.  

Ontem

Um guarda municipal foi assassinado, quando bebia em um bar, às cinco horas da manhã. O responsável pelos dois disparos de revólver calibre 38 que atingiram o guarda, também havia bebido bastante. O motivo do crime ainda não foi esclarecido, mas a cerveja, com certeza, foi o fator multiplicador.

Por isso

Preste bastante atenção no aviso do Ministério da Saúde: “beba com moderação”. Afinal, na vida, tudo pode ser feito desde que não seja exagerado e que não afete as regras da saúde, da moral e da ética.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE