Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Por que o “turista da sucuri” foi multado e vai responder a processo?

Da Redação em 20 de Setembro de 2017

Turista de Divinópolis, Minas Gerais vai ter que pagar multa de quinhentos reais e ainda vai responder a processo administrativo por crime ambiental. Tudo porque um vídeo seu, puxando uma serpente pantaneira, a maior da região, a sucuri, rolou pelas redes sociais e chamou a atenção da Polícia Militar Ambiental, que foi até Albuquerque investigar. Lá, além do turista, ainda autuou e interditou as atividades da pousada onde ele estava que não tinha licença para funcionar.

Não é a primeira vez

Esse tipo de ação da PMA acontece frequentemente e outras pessoas já foram autuadas porque postaram vídeos na internet manuseando animais silvestres. Os policiais estão atentos e procurando os envolvidos que são responsabilizados pela atitude,

Mas por quê?

Porque é crime, a lei não permite o contato das pessoas com os animais silvestres. Infelizmente pouca gente conhece a legislação e, muitos, não têm sequer a noção do dano que causam ao pegar um deles. O estresse é alto, o animal corre o risco de não se recuperar e pode até morrer.

Infelizmente

Muitos guias e até donos de pousadas e hotéis incentivam essa prática. Aquelas excursões que levam o turista para um passeio na estrada parque, normalmente fazem uma parada para que o guia pegue uma sucuri e leve para os turistas tirarem fotos com ela. O jacaré é outro alvo por ser fácil de ser laçado pelo focinho e dominado. Tem um monte de fotos no Facebook desse tipo de crime.

Ou seja

Aqueles que sobrevivem da atividade, do ecoturismo, que precisam dos animais silvestres para continuar atraindo pessoas para o Pantanal, são os próprios que estão judiando de sua principal fonte de economia. São pessoas que não pensam no amanhã, que estão preocupadas apenas com o imediatismo que pode gerar consequências sérias para o futuro.

Só que

A PMA não tem a estrutura necessária, ou o mínimo dela, para fiscalizar a região que é grande, muito grande. 30% de todo o território do Pantanal sul-americano, estão em Corumbá, que tem 60% do Pantanal sul-mato-grossense e 37% do Pantanal brasileiro. Hoje cerca de 15 homens fazem parte do contingente da PMA de Corumbá e menos de 500 compõem o contingente estadual, para cobrir toda essa área.

É preciso investir

Só o turismo pesqueiro arrecada milhões de reais em licenças de pesca. Tem também os impostos, como o ISS, e várias outras fontes que compõe um bolo enorme que o turismo proporciona para o Mato Grosso do Sul. Mesmo assim faltam investimentos em contingente, veículos automotores, lanchas e até um helicóptero que seria necessário para patrulhar a planície.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE