Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
19 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Corumbá participa da Primavera dos Museus evidenciando a memória local

Lívia Gaertner em 18 de Setembro de 2017

Corumbá é uma das mais de 400 cidades do Brasil que está incluída na Primavera dos Museus 2017 que acontece durante toda essa semana em 25 estados, além do Distrito Federal. A temporada nacional é uma ação do Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) e chega a sua 11ª edição com o tema “Museus e suas memórias”.

Estão incluídas na programação, além de museus, instituições de memória, espaços e centros culturais brasileiros, o que colocou Corumbá dentro da  visibilidade nacional com ações na Casa de Memória Doutor Gabi e escritório técnico do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Um dos objetivos da Primavera dos Museus é, segundo o Ibram que “as instituições possam “olhar para dentro’ e refletir, junto com os seus públicos, sobre suas contribuições para a memória local e o desenvolvimento das comunidades onde se inserem”.

Espaço cultural, inaugurado em junho de 2016, a Casa de Memória Dr. Gabi mantém viva a história da cidade por meio de um de seus cidadãos mais ilustres: Gabriel Vandoni de Barros, advogado, político e jornalista, amante das artes e benfeitor da cidade.

[foto1]

“A Casa de Doutor Gabi é um espaço bem recente na cidade e participar da Primavera dos Museus ajuda a gente a dar uma visibilidade para essa Casa em nível nacional. Ela ainda não é um museu instituído, mas a tratamos como um espaço de memória, então é como um museu na cidade”, explicou ao Diário Corumbaense José Gilberto Rozisca, assessor da Fundação Municipal de Cultura e Patrimônio Histórico, responsável pela Casa do Dr. Gabi.

No espaço onde viveu um de seus filhos mais ilustres, Corumbá aproveitará para contar sua própria história, já que o mês de comemoração dos 239 anos de fundação da cidade coincidiu com a Primavera dos Museus. Assim, no dia 22 de setembro, a partir das 18 horas, o real e o imaginário serão misturados numa construção textual cunhada especialmente para homenagear a Cidade Branca na contação de história “E Corumbá surgiu!”. A atividade, que será comandada pela contadora de história e pedagoga, Jusley de Sousa Maropo,  é aberta a todo o público.

Já o escritório técnico do IPHAN inicia sua programação da Primavera dos Museus no dia 19 com visita monitorada ao MUHPAN (Museu de História do Pantanal) e ao Instituto do Homem Pantaneiro – IHP. Entre 19 e 22 de setembro, a história de vida de personagens corumbaenses será exibida como resultado da série "A História da Nossa Gente", realizada pelo Diário Corumbaense. No mesmo período, a exposição fotográfica do Banho de São João de Corumbá e Ladário estará aberta ao público das 08h às 16h30 com fotos das décadas de 60, 70, 80, 90 e anos 2000.

“Provavelmente algumas pessoas vão se perguntar o porquê do Iphan estar participando  da Primavera dos Museus.  Em muitos casos, as pessoas esquecem que o Iphan é uma instituição de 80 anos, que zela pelo patrimônio histórico e artístico nacional e que o Instituto Brasileiro de Museus, criado em 2009, sucedeu o Iphan nas ações ligadas aos museus. Quando falamos de Patrimônio, estamos falando de memória, de preservação, promoção e sustentabilidade de todos os bens, manifestações populares, saberes, edificações e conjuntos que, muitas vezes, estão envolvidos em episódios importantes de nossa história”, justificou Edivânia Freitas de Jesus, chefe do escritório técnico do IPHAN em Corumbá.

“Esse ano o tema é ‘Museus e Memórias’ e a participação do Iphan se deve a isso: nossas superintendências e escritórios técnicos são espaços onde temos exposições, oficinas e cursos voltados para preservação e valorização do nosso patrimônio cultural brasileiro. Nossa programação em Campo Grande e Corumbá está recheada disso: memórias. Vamos falar sobre Museu Ferroviário, Casario do Porto, exibir a série História de Nossa Gente, expor sobre o Banho de São João”, detalhou.

Ao escolher o tema da 11ª edição da Primavera dos Museus, o Ibram convida público e instituições participantes a juntos alinhavarem trajetórias, processos e resultados de sua presença e atuação, abrindo espaço para a inclusão da sua produção na malha diversa que é a memória coletiva.

Confira a programação em Corumbá:

Casa de Memória Dr. Gabi

22/09/2017 – 18h às 19h 
Contação de História - E Corumbá surgiu!. Sessão de contação de história com Jusley de Sousa Maropo sobre o nascimento de Corumbá-MS, misturando o real e o imaginário numa construção textual cunhada especialmente para homenagear a Cidade Branca.

Rua Cuiabá, 1181 - Centro
fcphcorumba@gmail.com
(67) 3907-5454 (67) 3907-5960

Iphan

19/09/2017 a 20/09/2017 – 08h às 11h

Visita Monitorada ao Museu de História do Pantanal – MUPHAN e ao Instituto do Homem Pantaneiro - IHP

Local: Escritório Técnico do IPHAN.

19/09/2017 a 22/09/2017 – 09h às 16h

Exibição de Filme - Exibição da série "A História da Nossa Gente", em que os personagens contam um pouco da história de vida, a atuação e episódios marcantes. Local: Escritório Técnico do IPHAN.

19/09/2017 a 22/09/2017 – 08h às 16h30

Exposição - fotográfica do Banho de São João de Corumbá e Ladário/MS, com fotos das décadas de 60, 70, 80, 90 e anos 2000.

Local: Escritório Técnico do IPHAN.

Iphan Corumbá/MS Rua Manoel Cavassa, S/N - Porto Geral escritorio.corumba@iphan.gov.br (67) 3232-2701 (67) 3232-1492

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE