Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Projeto premia trabalhos vencedores de seletiva municipal contra o trabalho infantil

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 14 de Setembro de 2017

Os seis trabalhos vencedores da seletiva municipal do projeto ‘MPT na Escola – De mãos dadas contra o trabalho infantil’ foram premiados pela Prefeitura de Corumbá na tarde de quarta-feira, 13 de setembro. A etapa municipal dá direito à participação em nível estadual, com possibilidade de chegar à fase nacional, que acontece anualmente em Brasília (DF), onde os trabalhos são premiados com valores em dinheiro até o 5° lugar.

[foto1]

Desenvolvida em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT), a iniciativa teve como objetivos fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização e prevenção do trabalho infantil, reconhecer e divulgar os melhores trabalhos literários, artísticos e culturais produzidos pelos alunos, e a dedicação dos educadores envolvidos nas ações de prevenção e combate à violação dos direitos de crianças e adolescentes.

Na categoria Conto, o vencedor foi o trabalho “Você viu a Duda?”, da aluna Maria Eduarda Magalhães Vieira, da escola Municipal Tilma Fernandes Veiga.  O prêmio de Curta-Metragem foi para o vídeo “Família e Escola, Juntos Fazendo a Diferença”, produzido por alunos da Escola Municipal Djalma Sampaio Brasil. “Vendedores de Sonhos”, uma produção de estudantes da Escola Municipal Pedro Paulo de Medeiros venceu a categoria “Esquete Teatral”.  O prêmio “Música” foi concedido à canção “Criança Não Trabalha” da escola Djalma Sampaio Brasil. Larissa Gutierres, da Escola Municipal Almirante Tamandaré, foi premiada na categoria Poesia  com a obra “Criança que Vive na Dor, Perde a Inocência e o Amor”. O último premiado foi Matheus Tiago Maciel, da escola Djalma Sampaio Brasil, com a Pintura/Desenho “O Dinheiro Não Compra a Infância de Uma Criança”.

Diretora da escola Djalma Sampaio Brasil – que venceu metade das categorias – a professora, Verônica Chaparro de Lucena, afirmou que a iniciativa teve grande envolvimento dos estudantes e deixou saldo positivo ao final. “Tivemos um grande desenvolvimento dentro da nossa escola. Trabalhamos com a valorização dos nossos alunos e esse tema foi significativo, houve envolvimento de todos. Foi positivo todo o processo, nossos alunos se conscientizaram, levaram para casa o que aprenderam”, ressaltou a gestora escolar.

Participaram 19 escolas da Rede Municipal de Ensino (REME), totalizando aproximadamente 1,2 mil alunos do 5° ao 9° ano do ensino fundamental. No período de 31 de julho a 11 de agosto, os estudantes produziram trabalhos em seis categorias: conto, curta-metragem, esquete teatral, música; pintura/desenho e poesia.

Coordenadora municipal do ‘MPT na Escola’, Elisa de Fátima Nascimento Jatobá, destacou o empenho dos alunos, professores, coordenadores pedagógicos e dos gestores das escolas participantes. “Intensificamos o processo de conscientização da sociedade, sensibilizando a comunidade escolar com vistas à erradicação do trabalho infantil, rompendo as barreiras culturais que dificultam a efetivação dos direitos da criança e do adolescente”.

Ela ressaltou que as ações realizadas pela Rede Municipal no ‘Prêmio MPT na Escola’ tiveram como base a “mobilização e conscientização” para massificar o combate ao trabalho infantil. Segundo ela, o aluno foi “a parte fundamental do processo, sendo multiplicador dos ideais do projeto”.

Representando a secretária Municipal de Educação, a gerente de Planejamento e Avaliação e Educacional da REME, Simone Peinado, afirmou que a “educação tem compromisso e acredita que podemos vivenciar em conjunto com o projeto do Ministério Público do Trabalho, um processo de mudança e reforçar que lugar de criança é na escola”.

“A educação de Corumbá prima por ser vanguarda, pelos seus projetos, atitudes, pelo avanço e envolvimento de gestores, professores, coordenadores, Secretaria, dentro da missão de educar. Esse projeto trouxe a importância da conscientização da erradicação do trabalho infantil na nossa sociedade para dentro da educação. Que é onde tudo começa, em termos de transformação de uma sociedade”, declarou o assessor especial da Prefeitura, José Antonio Assad e Faria, que representou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira na premiação. Também participaram da cerimônia o presidente da Câmara Municipal, Evander Vendramini, e a secretária Especial de Cidadania e Direitos Humanos, Beatriz Cavassa de Oliveira.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE