Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

O caldeirão está fervendo em Ladário

Da Redação em 12 de Setembro de 2017

A sessão de ontem à noite da Câmara Municipal de Ladário foi suspensa pelo presidente, vereador Fábio Peixoto, incomodado com a presença do público que foi manifestar apoio ao prefeito Carlos Aníbal Ruso Pedrozo. Peixoto chegou a ameaçar alguns professores, que eram a maioria, de citá-los em boletim de ocorrência a ser elaborado logo após a sessão.

Afastamento

Os vereadores instalaram uma Comissão de Investigação e Processante (CIP), para averiguar denúncia de nepotismo no Executivo ladarense.  A comissão já ouviu os envolvidos, inclusive o prefeito, e deve apresentar o parecer para votação em plenário ainda este mês. Se o parecer for aceito, o prefeito será afastado do cargo enquanto durarem as investigações.

Bermuda e chinelos

O presidente alegou que o regimento do Legislativo não permite a presença de pessoas trajando bermudas ou de chinelos na audiência da Câmara, chegou a chamar a polícia para retirar um servidor  que assim estava, mas desistiu de levar o ato adiante. Peixoto ainda foi vaiado quando chamou o servidor de “elemento”.

“Deixe o prefeito trabalhar”

A frase foi estampada em cartazes e proferida pelos manifestantes. Eles afirmam que só aqueles que elegeram o prefeito é que podem retirá-lo do cargo e fazem diversas acusações contra os vereadores.

Porém

Apesar da revolta de alguns, os vereadores também foram eleitos pelo povo e têm como uma de suas principais responsabilidades, fiscalizar o Executivo. Se por acaso o prefeito estiver cometendo algum ato ilícito, tem que ser investigado pela Câmara e, se o crime for comprovado, terá o mandato cassado.

Apesar de que

Corre a notícia de que o prefeito não tem diálogo com os parlamentares e a CIP seria um ato de retaliação. E ainda que o prefeito pode conversar com os vereadores para “acertar” a situação e evitar o afastamento.

Enquanto isso

Ruso está viajando, dizem que está correndo atrás do prejuízo para reverter a situação. Na justiça, ele chegou a conseguir a suspensão da CIP, mas os vereadores recorreram e mantiveram a comissão. Será que Ruso vai para a justiça de novo?

E desta forma

Com caldeirão fervendo e caldo engrossando, Ladário vai novamente se transformando em manchete de noticiário por briga política entre prefeito e vereadores, bem aos moldes antigos. Será que é disso que o município precisa e é isso que os moradores da cidade queriam?

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE