Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Setembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Velório de Pedrossian ocorre em prédio idealizado pelo ex-governador

Campo Grande News em 22 de Agosto de 2017

Marcos Ermínio/CG News

Companheira por 69 anos, Maria Aparecida se despede do marido em velório

O ex-governador Pedro Pedrossian, que morreu nesta terça-feira (dia 22) aos 89 anos, é velado em uma das obras que faz parte de sua história: o Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, no Parque dos Poderes. O velório começou às 10h. Ao lado do caixão, foram perfiladas as bandeiras de Campo Grande, Mato Grosso do Sul e do Brasil. 

Um dos primeiros a chegar, Pedro Pedrossian Neto destaca o legado e, inclusive, que o local onde acontece a despedida foi uma das obras idealizadas pelo avô. “É um grande orgulho e uma emoção muito grande. Mas temos que aceitar”, diz, dividido entre a admiração pela trajetória e a dor da perda. Neto é secretário municipal de Finanças e Planejamento. 

Casado por 69 anos com Maria Aparecida Pedrossian, homenageada com nome de bairro em Campo Grande, ele deixa seis filhos, 11 netos e 12 bisnetos. Engenheiro, o ex-governador é lembrado pelas grandes obras, como a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), o estádio Morenão (que leva seu nome), o Hospital Regional Rosa Pedrossian e estradas.

Centro do poder do Estado, o Parque dos Poderes foi inaugurado em 1983 com status de paixão do então governador. Pedro Pedrossian foi governador por três vezes. Primeiro, entre 1966 e 1971, antes da divisão de Mato Grosso. Em 1980, foi nomeado para comandar Mato Grosso do Sul, posto que retomou em 1991, quando foi eleito nas urnas.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE