Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Sem educação, sem capacitação, sem perspectivas

Da Redação em 15 de Agosto de 2017

Vagas para cursos

Instituições de ensino, como o Senai, estão oferecendo milhares de vagas em cursos de capacitação, técnicos reconhecidamente de alta produtividade e que abrem portas para o mercado de trabalho. O problema é que nem sempre essa instituições conseguem preencher o número de vagas colocadas à disposição.

Será? 

Que já está todo mundo formado, bem capacitado e preparado para encarar o mercado de trabalho, a disputar vagas que exigem preparação?

Esse é o maior problema 

Ouve-se muitas reclamações, falam que as empresas dão “preferência” para pessoas que vêm de fora da cidade, que não dão oportunidades para os corumbaenses e ladarenses. Mas, será que os corumbaenses e ladarenses estão procurando se capacitar, mas se capacitar mesmo, aprender e estar aptos a disputar as vagas no mercado de trabalho?

Dá dó de ver

Nas universidades federais as turmas são formadas normalmente com 30 alunos, em praticamente todos os cursos. No final, à formatura, chegam 10, 15, em alguns casos menos do que isso até. Ou seja, tem gente que até quer, mas a preguiça não deixa...

Educação

É apontada como a solução para os problemas do Brasil. Não serão os protestos, não serão as caminhadas, o vandalismo que irão resolver os problemas dos brasileiros. Uma gente bem preparada, estudada, que não se deixe levar por palavras bonitas em versos bem escritos, ou contas mal feitas que maquiam os resultados da corrupção, essa gente que irá tirar o Brasil da crise.

E o pior

É que os próprios políticos trabalham para melhorar a educação da população brasileira oferecendo uma série de oportunidades. Alguns riem às gargalhadas quando vêem o resultado negativo.

E nessa onda

O desempenho da educação fundamental cresceu e o MEC já comemora com os secretários municipais de educação, diretores e professores de escolas públicas municipais. Em contrapartida, o ensino médio vai de mal a pior e a grande esperança é a reforma que está sendo implantada.

Entretanto

Não adianta reforma nem fórmulas mágicas, é necessário que o adolescente deixe de lado as redes sociais, as amenidades, a preguiça e, em alguns casos, os alucinógenos da idade e enfiem a cara nos livros. O futuro está aí, em uma boa preparação com bases fortes e sólidas que possibilitem um bom desempenho na faculdade e ingresso garantido no mercado de trabalho.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE