Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
20 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Rapaz é morto a tiros em alameda no bairro Cristo Redentor; suspeitos fugiram

Ricardo Albertoni em 11 de Agosto de 2017

Foto enviada por leitor

Edgar Ribeiro de Arruda foi morto a tiros por volta das 20h de quinta-feira

Rapaz de 22 anos identificado com Edgar Ribeiro de Arruda foi morto a tiros na noite de quinta-feira, 10 de agosto, na alameda Piratininga, próximo a escola municipal José de Souza Damy, no bairro Cristo Redentor. Segundo consta no boletim de ocorrência (4751/2017), populares disseram que o homem teria sido vítima de uma emboscada de um indivíduo conhecido como Igor. Antes da chegada de Edgar, Igor o esperava sentado no meio fio. Quando Edgar passou em uma bicicleta, ele atirou várias vezes contra a vítima; um dos tiros atingiu a cabeça. O acusado fugiu em seguida em companhia de um comparsa identificado como "Jacaré" que estava com uma motocicleta preta.

A PM foi informada que Edgar teria passado algo para um adolescente que se apresentou como parente dele, antes de ser baleado. Após revista pessoal, os policiais encontraram com o menor de idade, 60 gramas de maconha e uma corrente prata, que ele disse ser de propriedade da vítima.

Equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), esteve no local e atestou o óbito. Durante os trabalhos, a Perícia da Polícia Civil encontrou embaixo do corpo da vítima, um crucifixo sem o cordão, que pode pertencer à corrente que estava com o adolescente, que foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

No registro policial, é informado que guarnição do Corpo de Bombeiros encaminhou ao pronto-socorro municipal outro indivíduo vítima de disparos de arma de fogo, que estava no bairro Cristo Redentor e que fugiu do PS antes de ser atendido pela equipe médica, sem deixar qualquer identificação. No boletim de ocorrência não há relação entre as duas vítimas, porém, o Diário apurou que Edgar estaria acompanhado de um indivíduo no momento em que foi alvejado, e que esta pessoa também teria sido ferida, mas conseguiu fugir.

A motivação do crime pode ser vingança. A Polícia Civil deve investigar o caso.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE