Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Poder vem do voto do povo

Da Redação em 04 de Agosto de 2017

Ação improcedente

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira e seu vice, Marcelo Iunes, foram inocentados das acusações de abuso do poder econômico no dia da eleição que os conduziu até a chefia do Executivo Corumbaense. Decisão que os mantêm no cargo, já que era pedida a perda dos direitos políticos dos dois o que resultaria em cassação dos mandato. 

Agora é trabalhar
Pelo menos é o que se espera, que os políticos possam realmente exercer os seus mandatos e fazer aquilo que o povo necessita que eles façam. 

Até porque
A decisão de quem vai exercer o poder vem do povo e não daqueles que acham que têm o poder, acima de tudo. Quem elege, quer ver o político trabalhar, acertando ou errando, e isso, se ele vai acertar ou errar, só vai se saber se ele conseguir exercer o mandato. 

Em Corumbá
Ruiter já governou duas vezes e está em seu terceiro mandato. Talvez o povo até tenha tido dúvidas se ele faria um terceiro mandato conturbado como o segundo ou produtivo como o primeiro, e está pagando pra ver, já que lhe deu o aval para isso através do voto. Então, que ele cumpra os seus quatro anos para mostrar porque quis retornar ao cargo. 

Em nível nacional
O presidente Michel Temer se livrou de processo de investigação, pelo menos até o final do seu mandato. Agora é esperar para ver se realmente ele está colocando o Brasil nos trilhos ou se as melhorias dos últimos meses foram só um balão de ensaio. 

É claro
Que todos torcem para que realmente elas sejam reais e duradouras, afinal de contas, ninguém consegue mais viver com tanta instabilidade. O Brasil precisa de trabalho, de tranquilidade e de produtividade. Só assim o povo poderá colher bons frutos de um plantio que há muito só dá cachos.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE