Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
17 de Agosto de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Aliados confiam em vitória por mais de 270 votos; oposição admite derrota

Agência Brasil em 02 de Agosto de 2017

Mesmo antes de iniciada a votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, contrário à admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer, aliados do governo estão confiantes na vitória, com  placar de mais de 270 votos favoráveis ao parecer. Para rejeitar o parecer da CCJ, a oposição precisa dos votos de pelo menos 342 deputados.

O líder do PMDB, Baleia Rossi (SP), disse que deverão votar a favor do parecer da CCJ no mínimo 270 deputados. Para garantir a vitória e impedir que se inicie a investigação, são necessários os votos favoráveis ao parecer de 172 deputados. Para que seja autorizada a investigação, são necessários 342 votos. Mesmo o PMDB tendo fechado questão a favor do parecer, Rossi informou, no entanto, que seis deputados da legenda deverão votar pela admissibilidade da denúncia.

A oposição, que até ontem (1º) vinha alimentando esperança de vitória, já admite que perderá a disputa, por não ter conseguido os votos necessários para rejeição do parecer. O vice-líder da minoria, Silvio Costa (PTdoB-PE), disse que, mesmo que todos os deputados considerados indecisos, votem com a oposição, o placar pela rejeição do parecer não deverá chegar a 220 votos.

A votação do parecer apresentado na CCJ pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) e aprovado por 41 votos contra 24, deve começar daqui a pouco. A votação será nominal começando pelos deputados de Roraima. Em seguida votarão os deputados do Rio Grande do Sul; depois, os de Santa Catarina. Em seguida, a votação volta para os deputados de dois estados do Norte.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE