Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
21 de Maio de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

“Saúde em Dia” já alcançou 70% da demanda de remarcações

Da Redação em 22 de Julho de 2017

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Praça CEU foi estruturada para receber moradores da parte alta da cidade

A praça CEU no bairro Jardim dos Estados sediou  neste sábado (22) a última ação em massa do programa  “Saúde em Dia”, realizada pela Prefeitura de Corumbá por meio da Secretaria de Saúde, para remarcar e antecipar exames e consultas na rede pública de saúde. Com o projeto, estima-se que mensalmente sejam realizados 800 atendimentos a mais da quantidade feita normalmente pelo Município, no total de 1.600 no período de dois meses de ação.

De acordo com o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, a ação é fruto da reivindicação da própria população, que cobra a otimização nos atendimentos de consultas e exames. “Estamos buscando isso através da ação Saúde em Dia, ofertar atendimento de qualidade independente das dificuldades financeiras que estamos enfrentando atualmente. Estamos priorizando algumas ações e fazendo com elas sejam maximizadas e tenham um retorno imediato. Nesse projeto estamos diminuindo fila de espera e os pacientes estão sendo atendidos o mais rápido possível pelo profissional de saúde”, afirmou.

A ação é executada em três etapas: remarcação e agendamento antecipando as demandas dos pacientes já agendados com tempo de espera médio de até cinco meses; execução das demandas em horários diferenciados aos agendamentos de rotina dos serviços especializados; atendimentos dos médicos para avaliação do resultado dos exames e encaminhamento para novo fluxo de atendimento, de acordo com a necessidade do paciente.

Ruiter afirmou em entrevista neste sábado, que a ação conseguiu atingir 70% de seu público alvo e que ela não termina agora. Vai prosseguir com os atendimentos até dia 31 de agosto. “Até o momento vemos que foi um projeto válido, tivemos a oportunidade de chegar às pessoas que necessitavam de um atendimento urgente. Atingimos cerca de 70% da demanda que estimávamos. Assim, conseguimos atender o maior número de pessoas que precisavam dessa atenção especial”, concluiu.

Prefeito Ruiter Cunha destacou que programa já conseguiu atingir 70% do público alvo

Sábados

O primeiro sábado de atendimento em massa foi dia 08 de julho, com polo de atendimento no Centro Popular de Cultura, Esporte e Lazer Nação Guató, que atendeu a população da região do Universitário, Previsul - Camalote, Centro América, Cravo Vermelho I e II, Cristo Redentor, Popular Velha, Maria Leite e conjunto Padre Ernesto Sassida.

No segundo sábado, 15 de julho, a remarcação de exames foi feita na escola Dom Bosco e contemplou os bairros Dom Bosco, Cervejaria, Arthur Marinho, Generoso, Centro, Aeroporto, Nossa Senhora de Fátima e Borrowiski – Centro.

Neste sábado, 22, a ação na praça CEU, chegou aos moradores do  Loteamento Pantanal –  Guanã, Guatós – Guaicurus, João de Deus – Guarani, Jardim dos Estados, Popular Nova – Nossa Senhora de Fátima, Nova Corumbá – Guanabara – Primavera.

“A terceira etapa da ação já conquistou seu objetivo que é antecipar as consultas aos especialistas, antecipar os exames que estavam demorando meses para serem realizados. Esses três sábados consecutivos serviram para que a população pudesse ir até um dos pontos e reagendar suas consultas e exames. Existiam casos marcados para janeiro, fevereiro de 2018 e que conseguimos antecipar para julho e agosto. Essa ação vai até dia 31 de agosto para o atendimento desses exames e dessas consultas. Consideramos o programa uma grande conquista para a Saúde”, afirmou ao Diário Corumbaense o secretário de Saúde, Rogério Leite.

Secretário de Saúde disse que central de regulação está sendo preparada para evitar longa fila de espera

 Ainda de acordo com ele, essa ação foi primordial para definir  como será o trabalho daqui para frente. “Estamos dialogando com o Governo de Mato Grosso do Sul para que possamos realizar esses exames e consultas que dependem do Estado em menor tempo possível. Pelo diálogo, estamos conseguindo reduzir esse tempo, que é um ganho à população. Para dar conta da demanda de atendimentos iniciamos exames e consultas no período noturno e na hora do almoço. Nossos funcionários acabam fazendo um terceiro turno, beneficiando assim a população”, frisou.

A expectativa é que após o Saúde em Dia, consultas e exames terão espera máxima de 60 dias, não mais que isso. “Estamos organizando nossa central de regulação para que o atendimento aos pacientes seja no máximo de 30 a 60 dias, o que é pertinente em todo caso de saúde. Essa rede está sendo organizada para isso e já conseguimos diminuir e até zerar algumas filas de exames e de consultas em algumas áreas. A partir daí, que essa fila não ultrapasse o limite estipulado de acordo com  a capacidade de atendimento da cidade”, concluiu Rogério Leite.  

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE