Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
19 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Durante abordagem, suspeito não obedece guarnição e diz que "polícia" tem que morrer

Ricardo Albertoni em 16 de Julho de 2017

Quando se encaminhava para o bairro Padre Ernesto Sassida, por volta das 23h de sábado, 15 de julho, para atender uma ocorrência, equipe da Polícia Militar avistou no bairro Maria Leite, próximo a uma escola particular, um homem, que tentou correr após perceber a presença policial. 

O suspeito, que não teve a idade relatada no boletim de ocorrência número 4213/2017, tinha um volume na cintura. A PM o abordou e solicitou que colocasse as mãos na cabeça. Ele se recusou e disse que todo “polícia” tinha que morrer, sendo necessário o uso de força para que a abordagem e busca pessoal fossem realizadas.

Foram encontrados com ele um celular e um carregador universal preto. Enquanto era conduzido para a viatura por desobediência, o autor ameaçou a guarnição dizendo que mataria os policiais assim que saísse. Ele foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde a ameaça/desobediência foi registrada.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE