Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
22 de Julho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Vale Universidade encerra inscrições hoje

Portal de Notícias do Governo de MS em 14 de Julho de 2017

O período para o acadêmico que já está matriculado em um curso superior se inscrever no Programa Vale Universidade termina nesta sexta-feira (14), às 16h. O acadêmico participante do programa desembolsa apenas 10% do valor da mensalidade. Os outros 70% são pagos pelo Governo do Estado e os 20% restantes pela instituição de ensino superior na qual ele está vinculado.

As inscrições, que são totalmente online, podem ser realizadas bastando o acadêmico acessar o site e clicar no banner que dá acesso à ficha de inscrição. O não preenchimento de qualquer uma das informações solicitadas no cadastro não permitirá a finalização do formulário.

Entre os requisitos para inscrição no Vale Universidade, estão, por exemplo, renda individual igual ou inferior a R$ 1.448,00 e renda familiar mensal não superior a R$ 2.896,00; não possuir outro curso de graduação; ter residência fixa em Mato Grosso do Sul há mais de dois anos ou ainda, não ser beneficiado por qualquer outro tipo de benefício ou de auxílio financeiro, com a mesma finalidade do Vale Universidade.

Em caso de seleção, o acadêmico habilitado deverá realizar estágio com carga horária de 20h semanais, cumpridas em jornadas de quatro horas diárias no período matutino ou vespertino, compatíveis com o horário escolar, nas instituições indicadas pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), por intermédio da Superintendência de Projetos Especiais, a qual compete estabelecer os demais procedimentos para a efetivação do cumprimento do estágio.

A secretária da Sedhast, Elisa Cleia Nobre, pasta na qual o programa está vinculado, pede para que todos os acadêmicos interessados observem bem o período para inscrição e ainda divulguem essa oportunidade para seus contatos.

O que é o Programa Vale Universidade?

O Programa Vale Universidade, instituído pela Lei n° 3783, de 16 de novembro de 2009, e regulamentado pelo Decreto Estadual n° 13071, de 24 de novembro de 2010 e alterações, é implementado, coordenado e administrado pela Sedhast com o objetivo de oferecer ao acadêmico universitário de baixa renda a oportunidade de aprimorar sua formação profissional, mediante concessão de benefício social. Leia a Resolução Sedhast n° 173, publicado no Diário Oficial do Estado de 19/05/2017, a partir da página 5.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE