Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
25 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

No Mato Grosso, mãe se passa pela filha e estudante é preso suspeito de pedofilia

G1 em 17 de Junho de 2017

Um universitário de 27 anos, suspeito de aliciar duas meninas de 11 anos em conversas pelo Facebook, foi preso em flagrante em um shopping de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, na quarta-feira (14). Ele foi preso depois que a mãe de uma delas se passou pela filha e marcou o encontro no estabelecimento. O suspeito foi detido com um urso de pelúcia e levado para prestar depoimento em uma delegacia.

A mãe da criança leu o conteúdo das conversas entre o suspeito e a filha. Para que ele fosse flagrado, ela continuou a conversa com o estudante de direito como se fosse a menina. À polícia, a mãe relatou que o homem pedia fotos das meninas usando roupas íntimas. Além disso, nas mensagens, o homem disse que iria “ensiná-las coisas diferentes” e que tiraria a timidez das duas meninas.

Se passando pela filha, a mãe marcou o encontro no shopping. No local, os seguranças e os familiares detiveram o homem até a chegada da polícia. De acordo com a Polícia Militar, o homem estava com um urso de pelúcia, que seria dado para as meninas.

Ele foi levado para a Central de Flagrantes e, segundo a Polícia Civil, foi autuado em flagrante por aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança com fim de com ela praticar ato libidinoso, crime previsto no Artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Em uma rede social, o universitário postou o print de uma conversa com outra menina, que pela conversa teria 12 anos. Na mensagem, ele diz que ela não é mais criança e a chama de "putinha de uma figa".

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE