Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Ansiosos para o “dia da decisão”, jogadores do Corumbaense mostram otimismo e confiança

Ricardo Albertoni em 05 de Maio de 2017

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Durante a semana, time reforçou treinamento para a grande final

Quase tudo encaminhado para o segundo e decisivo jogo da final do Campeonato de Futebol Sul-mato-grossense da Série A. Do lado da arquibancada, ingressos se esgotando em minutos e grande procura da torcida dão uma prévia do quanto os torcedores aguardavam este momento e da festa que deverá acontecer no estádio Arthur Marinho.

Dentro de campo, a preparação dos jogadores do Corumbaense segue em bom ritmo. Para o técnico Douglas Ricardo, no primeiro jogo da final que acabou em 1 a 1, apesar de o time ter sempre respeitado a equipe do Novo, o rendimento poderia ter sido melhor, mas ainda sim, o resultado não foi ruim. “Nós temos que manter o trabalho que estamos fazendo. Conseguimos reverter uma situação muito difícil em relação ao jogo do Operário, na semifinal, e a euforia foi muito grande depois disso. No primeiro jogo da final sabemos que não rendemos o que poderíamos, mas mesmo assim conseguimos um resultado que não foi ruim. Temos condições de melhorar”, destacou o treinador que frisou que a equipe trabalha para ter atenção total durante a partida. “Pra gente conseguir o título temos que jogar melhor do que o último jogo e com certeza faremos. É uma final e temos que ter atenção. Tem que dar 1000% e Deus irá nos abençoar com esse título”, frisou ao Diário Corumbaense.

Técnico Douglas Ricardo deve contar com força máxima para jogo

O Carijó da Avenida deve ter força máxima contra o Novo neste domingo. O time deve ter o retorno do zagueiro Rafael e o atacante Sandrinho está sendo observado para voltar à equipe. O comandante do Corumbaense não descartou ajustes para tentar surpreender o adversário no jogo mais importante da competição.

Com a possibilidade de entrar para a história do clube como o capitão que levantou a taça de campeão no estádio Arthur Marinho, o volante Cleber está lidando com a alegria de ver um objetivo tão próximo de ser conquistado e com a consciência de que o jogo de domingo será de extrema dificuldade. Mostrando grande respeito ao Novo, o capitão falou sobre a expectativa em poder realizar o feito histórico.

“A expectativa é muito grande em ter a possibilidade de levantar a taça em um momento tão especial. A torcida, a cidade é maravilhosa. O momento é o melhor possível e não vemos a hora de chegar o dia do jogo para fazer de tudo para dar o melhor e poder dar essa alegria para esses torcedores que merecem, mas sempre respeitando o Novo que é um time de muita qualidade. Estamos trabalhando firme para que no domingo as coisas aconteçam naturalmente”, afirmou o volante.

Elenco pode fazer história após 33 anos da primeira conquista do Estadual

Muitos jogadores de fora da cidade destacam o acolhimento do povo corumbaense ao time. O lateral esquerdo Valdinei que esteve presente nos dois acessos recentes do clube à Série A, em 2012 e 2014, ressaltou o apoio da torcida e disse que se sente um pouco 'corumbaense' com o carinho. “Nos anos que conseguimos o acesso do clube a Série A foi incrível, mas agora não tem explicação. O que essa torcida faz pela gente, nós temos que ser gratos e nada melhor que coroar com o título. Temos que ter humildade, respeitar o Novo, mas acima de tudo temos que acreditar que é possível e vamos em busca do título. Sou de Piraporã (distrito da cidade sul-mato-grossense de Itaporã), já me sentia corumbaense, mas agora ainda mais pela forma que a cidade nos acolheu”, finalizou o jogador.

Corumbaense e Novo fazem a segunda e decisiva partida da final do Estadual 2017 no domingo (07), às 15h. Os dois times já garantiram vaga na Série D do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil em 2018. 

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE