Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
25 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

PMA autuou dez pessoas durante Operação Tiradentes

Da Redação em 24 de Abril de 2017

Divulgação PMA

Operação Tiradentes apreendeu 73 quilos de pescado, o relativo a 20% do total apreendido na mesma operação do ano passado

A Polícia Militar Ambiental realizou, desde meio-dia de quarta-feira (20) até às 8h desta segunda-feira (24), a “Operação Tiradentes”, que contou com 280 homens. Três equipes da sede (Campo Grande) realizaram trabalhos itinerantes em áreas mais críticas, fiscalizando todos os tipos de crimes e infrações ambientais e duas equipes reforçaram subunidades do interior. Os comandantes das 25 Subunidades da Polícia Militar Ambiental colocaram todo o efetivo, intensificando a fiscalização em suas respectivas áreas.

Foram desenvolvidas barreiras e combate ao desmatamento e carvoarias irregulares, extração e transporte de madeira e carvão ilegais, combate à caça, tráfico de animais e outros crimes contra a fauna, além do transporte de produtos perigosos e outros crimes ambientais. Ainda foram desenvolvidos trabalhos especiais preventivos por meio de visitas às propriedades rurais.

Diferentemente da operação passada, quando houve recorde de autuados com relação a todas as operações executadas pela PMA em feriados, com 68 autuados por crimes e infrações ambientais e 22 pessoas presas em flagrante, esta operação foi uma das mais tranquilas. Foram apenas 13 autuados por crimes e infrações administrativas ambientais, correspondendo a apenas 19% relativamente à operação de 2016.

As infrações de pesca predominaram, como na operação anterior. Foram 10 autuados, sendo três por pesca predatória e sete por pescar sem licença. Na operação passada foram 56 autuados, sendo 22 presos por pesca predatória, 32 por pescar sem licença e dois por transporte irregular de pescado, sendo que estes dois últimos tipos de ocorrências, por serem somente infrações administrativas, não dão prisão.

Com relação aos demais crimes ambientais, foram dois autuados por desmatamento  e um por exploração ilegal de madeira. Por crimes de outra natureza, uma pessoa foi presa com veículo roubado.

Com relação aos petrechos proibidos, a quantidade de redes de pesca apreendida foi apenas 20% da operação passada, que havia sido recorde relativamente a todas as operações em feriados prolongados, quando foram 65 redes apreendidas, medindo aproximadamente 7,5 km. Nesta operação, foram apreendidas 13 redes, medindo 1,5 km e 10 kg de pescado foram retirados desses petrechos e soltos nos rios.

Com relação ao pescado apreendido foram apenas 20% do que se apreendeu na última Operação Tiradentes (2016), sendo 73 kg, contra 357 kg em 2016. Com relação à pesca predatória, foram 10 autuados com 73 kg de pescado apreendidos. As informações são da assessoria de imprensa da PMA.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE