Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Bispo lembra aos cristãos que Páscoa é celebração da Vida Nova e não de consumismo

Caline Galvão em 13 de Abril de 2017

Cristãos de diversos segmentos religiosos celebram nesta semana a morte e ressurreição de Jesus Cristo. Em meio à tradição do consumo do peixe e de chocolate, os fiéis lembram o sacrífico do Filho de Deus na cruz e realizam celebrações em diversas partes do mundo. Em Corumbá, haverá missas em alusão à data e outras atividades em todas as comunidades católicas. O bispo Dom Martinez Alvarez afirmou ao Diário Corumbaense que o significado da Semana Santa para todos os cristãos, independente de sua posição religiosa, é a vitória de Jesus Cristo sobre o pecado, por isso ele morre, e a vitória de Cristo sobre a morte, por isso ele ressuscita.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Bispo Diocesano Dom Martinez Álvarez

“Tanto o pecado quanto a morte são consequências da desobediência de Adão e Eva ao projeto de Deus, então, consequentemente, a morte de Jesus e a ressurreição é vitória dele, mas ao mesmo tempo vitória nossa porque nós vivemos unidos em Cristo pelo batismo e participamos também da morte de Jesus e da sua vitória no dia da ressurreição. Essa é a mensagem fundamental da Páscoa, por isso, no dia da alegria é sempre de vitória para lembrar que a vitória de Jesus vem da sua obediência ao Pai que o enviou para morrer por nós, para nos libertar do pecado, nos libertar da morte”, disse o bispo Dom Martinez.

O religioso frisou que o consumo de peixe e chocolate faz parte da tradição do comércio, mas que a Páscoa é uma celebração espiritual. “Não é comer e beber, se é peixe, se é chocolate, se é coelho ou se é pombo, isso não importa, é tempo de vivência e crescimento espiritual, a vitória sobre o pecado que habita em nós que pela morte de Jesus nós conseguimos vencer”, disse o bispo.

Dentro da programação católica em Corumbá, no Santuário de Maria Auxiliadora aconteceu a celebração da bênção dos santos óleos na quarta-feira (12) à noite. Nesta quinta, acontece a missa de
lava-pés e, na sexta-feira (14), haverá missa de celebração da adoração da cruz e encenação da Paixão de Cristo no poliesportivo, também à noite. Já no sábado a Vigília Pascal começa no fim do dia e termina com o amanhecer na Páscoa.

Tradição católica

A quinta-feira santa é data que lembra a última ceia de Jesus com seus apóstolos, onde Cristo humildemente lavou os pés de seus discípulos e quando Judas sai para entregar o Salvador por 30 moedas de prata (João 13. 1-15). Nessa noite, Jesus é preso, interrogado e, ao amanhecer do outro dia, ele é açoitado e morto.

Na sexta-feira da Paixão, é o dia da crucificação de Cristo. Seu corpo foi retirado depois da cruz e colocado em um sepulcro. Neste dia, a Igreja Católica tem como tradição praticar jejum e não comer carne, em sinal de penitência e respeito pela morte do Salvador.

No sábado de aleluia, é lembrado que Jesus permaneceu no sepulcro e na Igreja Católica acontece o início da vigília pascoal ao final do dia, e termina com o amanhecer da Páscoa.

O domingo de Páscoa é o grande dia da celebração da ressurreição. O dia do milagre, pois Cristo volta à vida. Na data, a igreja celebra a vida, o amor e a misericórdia de Deus.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE