Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Abril de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Governo do Estado vai investir na saúde e na hidrovia em parceria estratégica

Caline Galvão em 12 de Abril de 2017

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Discursos destacaram trabalho conjunto do Município, Governo do Estado e da bancada federal de Mato Grosso do Sul que possibilitou o financiamento

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul vai investir R$ 11 milhões na reestruturação da saúde de Corumbá. Na primeira etapa, um novo pronto-socorro municipal será construído na esquina das ruas América e Sete de Setembro. O centro obstétrico da Santa Casa será reestruturado com implantação de sala de pré-parto e salas de centro cirúrgico. Na segunda etapa, 50 novos leitos hospitalares serão implantados na Santa Casa, além da construção de nova recepção, unidade neonatal e de centro de ortopedia.

“Para nós, pactuarmos com o município investimentos na Santa Casa foi muito importante, foi uma decisão local, saúde municipalizada e gestão plena. Ter a parceria do Estado no novo pronto-socorro, no centro de obstetrícia e ginecologia, na construção da UTI neonatal, na ampliação do centro de ortopedia, para que a gente possa fechar todo esse atendimento no mesmo espaço, ampliando e reequipando a Santa Casa, dá uma alegria muito grande. Primeiro, traz uma dinâmica no espírito de regionalização da saúde que nós queremos dar e não tenho dúvida que a Santa Casa, com essa reestruturação, será o grande polo de atendimento da saúde de toda essa região aqui do Pantanal”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

“Quando você reestrutura o pronto-socorro e cria uma melhor condição de atendimento, é uma melhor estrutura a toda a região do Pantanal. Dentro da lógica da reestruturação, é um polo de atendimento ao Pantanal, serve Corumbá, serve Ladário e serve também aos ribeirinhos, às pessoas que moram nas propriedades rurais, aos pequenos produtores, todos terão um novo acolhimento e uma unidade hospitalar muito mais moderna, muito melhor equipada e com melhores condições de atendimento nessa pactuação que nós fechamos entre o Estado, o Município e o Fonplata”, destacou o governador ao explicar a decisão de reestruturar a Santa Casa.

Reinaldo Azambuja afirmou que a Santa Casa será polo no atendimento à saúde de toda a região do Pantanal

Além de obras na saúde, o Estado vai investir em novo terminal portuário e obras em infraestrutura como contrapartida ao financiamento do Fonplata. “Haverá um acolhimento melhor ao turista e passageiro que vai utilizar o embarque através do rio Paraguai, não tenho dúvida que é uma ampla reestruturação que vai dar uma melhor qualidade de vida, uma melhoria principalmente nas vias públicas de Corumbá, recapeamento, construção de asfalto, possibilitar a drenagem, pavimentação e culminando os investimentos em saneamento que vão possibilitar Corumbá avançar muito e ser um dos municípios com maior índice de esgotamento sanitário que, para nós, além de melhorar a qualidade de vida, ajuda a preservar o meio ambiente”, disse Azambuja.

Segundo ele, o investimento em Corumbá está sendo possível graças ao projeto de diminuição estrutural do Estado, que passou a gastar menos dentro do governo para poder gastar fora, investindo na saúde e em infraestrutura urbana. “Aqui, nós já investimos R$ 5 milhões em recapeamento na gestão municipal anterior e agora devemos ultrapassar os R$ 20 milhões nessa reestruturação, tudo com economia, gestão, responsabilidade e transparência. O governo compra melhor hoje. No momento que você tem uma crise, você diminuir o tamanho do Estado, você gastar menos com o governo, possibilita gastar mais com as pessoas e atender àquelas prioridades que são do dia a dia do cidadão. Com saúde, segurança, infraestrutura e educação melhores, não tenho dúvidas que é o melhor caminho para o bom desenvolvimento social de todas as pessoas aqui dessa região”, finalizou Reinaldo Azambuja.

Foto: Clóvis Neto/PMC

Governador visitou hospital acompanhado pelo prefeito Ruiter Cunha e secretário municipal de Saúde, Rogério Leite

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE